Proxxima
Meio & Mensagem

VR é Pop. Tá na Globo.

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

VR é Pop. Tá na Globo.

A ação de Realidade Virtual com vídeos de futebol envolvendo a Globo, a GM e a Isobar é um case para se prestar atenção porque lança mão de uma tecnologia de uso restrito e expande-a para acesso massivo. Marcas em geral podem se beneficiar dessa lógica.

Pyr Marcondes
7 de dezembro de 2017 - 8h50

Quantos cases de vídeos de futebol em 360o você se lembra de ter assistido em um projeto envolvendo a maior rede de comunicação do País, um portal e um grande anunciante, recentemente? Bom, sem ser o da Globo com a Chevrolet, num projeto da Isobar, certamente, muito poucos. Se algum, certo?

E porque perder tempo com isso? A notícia foi divulgada há duas semanas, coisa velha já, afinal. Não é?

Perco tempo aqui por que a Realidade Virtual, cujas maravilhas conhecemos já há anos, é uma tecnologia altamente imersiva, mas com um grande problema (já  escrevi um monte sobre isso): tem enorme dificuldade de escalar e de ser consumida por grandes massas. É cara e tem sido usada para experiência com volumes de público extremamente restritos.

A ação da GM/Chevrolet, através da Isobar, com a Globo, consegue massificar essa experiência de uma forma até hoje inédita.

E você não prestou a devida atenção.

A ação faz parte da campanha de divulgação do modelo SUV Equinox, da Chevrolet, uma marca da GM, que por sua vez patrocina o Campeonato Brasileiro. Daí a escolha do futebol como tema.

Como diz o release da campanha: “Se os melhores momentos de uma partida de futebol são vistos e revistos por quem gosta do esporte, imagine em um formato 360o. Pois esta é a proposta de uma parceria entre a Chevrolet (marca da GM), Globo e Isobar Brasil que a partir desta semana (duas semanas atrás) vai oferecer ao grande público uma nova experiência em assistir futebol. Para isso, está sendo disponibilizado em uma plataforma digital em realidade virtual (VR) os melhores momentos do jogo Corinthians e Fluminense, realizado no dia 15 de novembro, pela Série A. Mais um jogo também já está programado para ser exibido até o final do ano e pode ser visto por meio de óculos de realidade virtual para que a experiência seja mais imersiva, embora também possa ser visto sem o equipamento no computador ou celular”.

Há mais jogos na plataforma já a disposição. Dá uma olhada aqui.

A ação foi desenvolvida a seis mãos pela Chevrolet, Globo e Isobar e  encontrou essa solução fora da caixa na área de comercialização de mídias digitais da Globo, que levou a experiência para a plataforma do Globo Esporte, proporcionando também uma nova forma em assistir os melhores momentos de uma partida.

Hermann Manhke, diretor de marketing da GM Mercosul, destaca que o projeto endereça a proposta de tecnologia e modernidade do Equinox. “Exploramos um território em que a Chevrolet está presente e unimos duas paixões nacionais, futebol e carro, de uma forma totalmente inovadora, que, aliada à tecnologia, reforça nosso posicionamento de trazer e proporcionar experiências, muitas vezes, inéditas às pessoas”.

André Amaral, gerente de conteúdo digital do GloboEsporte.com. , acrescenta:”Toda a tecnologia usada de realidade virtual, com uma captação de imagem com uso de três câmeras estereoscópicas dão uma perspectiva muito mais real da partida, torna essa a maior iniciativa do futebol em vídeo 360no Brasil”.

Já para Abel Reis, CEO DAN Brasil & Isobar LatAm, “Trata-se da TV imersiva em larga escala. Com criatividade aplicada à tecnologia, alavancada pela enorme audiência da Globo, democratizamos o acesso dos brasileiros à experiência da realidade virtual, com um conteúdo que é uma verdadeira paixão nacional”.

O projeto conta, também, com a parceria da Oath, que criou a vinheta de abertura no RYOT Studio, e da Zoomin.TV, que, em paralelo, contará histórias reais de fãs do esporte que não podem ir ao estádio, mas que podem viver os melhores momentos de aguns dos grandes jogos do Campeonato através da experiência em VR.

Aberto esse caminho de massificação  no uso do VR, quem sabe outras agências e marcas não se animam a lançar outros projetos utilizando a realidade virtual de forma mais abrangente. Quem sabe.

Compartilhe

  • Temas

  • chevrolet

  • Globo

  • Globo.com

  • GM

  • VR

Publicidade