Proxxima
Meio & Mensagem

Facebook perde para You Tube, Instagram e Snapchat entre os jovens nos EUA.

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Facebook perde para You Tube, Instagram e Snapchat entre os jovens nos EUA.

Reportagem da Bloomberg detalha números dessa queda. Mas há todo um mundão, literalmente, que o Facebook tem a explorar, para seguir sua trajetória, ainda inabalada, de maior rede social global. Veja qual e por que.

11 de junho de 2018 - 7h57

Segundo dados do instituto Pew Research, publicados pela Bloomberg, como você poderá ler na reportagem original aí abaixo, hoje cerca de 51% dos jovens norte-americanos usam o Facebook. Esse número foi de 71% três anos atrás.

Quase metade, portanto, dos jovens dos EUA entre 13 e 17 anos não usa mais Facebook como rede social em suas vidas. É uma constatação mega-importante essa, obviamente, já que foram exatamente os jovens que fizeram a rede chegar onde ela chegou nesses anos todos, até se transformar na maior rede social do Planeta.

A rede social mais usada por esse segmento da população hoje é o You Tube, 85% dos jovens pesquisados. O segundo nessa lista passou a ser o Instragram (que não nos esqueçamos, pertence ao próprio Facebook), 72%, seguida do Snapchat, 69%.

Mas caro (a) leitor (a), não se engane. Esse é um jogo global, não regional. Obviamente, o mercado norte-americano segue sendo, disparado, o maior mercado gerador de caixa para o Facebook. Ocorre que o Facebook segue crescendo em outros mercados mundo afora, como é o caso do Brasil, por exemplo. E essa tendência seguirá assim ainda por algum tempo.

Somemos a isso a inclusão dos cerca de 5 bilhões de pessoas que, potencialmente, poderão aderir a internet nos próximos anos, notadamente via mobile, já que nos mercados mais periféricos e com populações mais carentes, a digitalização e o acesso a web estão apenas agora começando a se transformar em realidade cotidiana.

Essa massa global gigantesca ainda conhecerá o Facebook um dia e a companhia de Mark Zukerberg seguirá crescendo, e crescendo e crescendo.

Um fato, no entanto, parece inexoravelmente relevante no contexto geral das redes sociais: a dominância exclusiva de um único player tenderá a ser mais e mais complicada daqui para frente. Outras alternativas deverão aparecer, é de se esperar, pulverizando um pouco mais esse ainda concentrado setor de negócios digitais.

Veja os detalhes dos números mais recentes no material da Bloomberg e acompanhemos sempre essa disputa de mercado acirrada, que nos reservará certamente surpresas nos próximos um, dois ou três anos à frente.

 

—-

Facebook is losing its cool as teens pick YouTube and Snapchat

Credit: Andrew Harrer/Bloomberg

Three years ago, Facebook was the dominant social media site among U.S. teens, visited by 71 percent of people in that magic, trendsetting demographic. Not anymore.

Now only 51 percent of kids ages 13 to 17 use Facebook, according to Pew Research Center. The world’s largest social network has finally been eclipsed in popularity by YouTube, Snapchat and Facebook-owned Instagram.

“The social media environment today revolves less around a single platform than it did three years ago,” the researchers wrote in a survey published on Thursday. Alphabet Inc.’s YouTube is the most popular, used by 85 percent of teens, according to Pew.

The U.S. is by far Facebook’s most lucrative advertising market, where it makes a staggering $23.59 in quarterly revenue per user. But that doesn’t mean growth can continue forever. The company said in its most recent earnings call that it’s effectively saturated the market in the U.S. and Canada, counting 185 million users in those two countries combined.

The study demonstrates how difficult it may be to keep up that level of dominance, and how important the 2012 Instagram acquisition has been for Facebook’s future. Facebook didn’t immediately respond to a request for comment.

Instagram is slightly more popular than Snapchat overall, Pew said, with 72 percent of respondents saying they use the photo-sharing app, compared with Snapchat’s 69 percent. But Snap Inc. is holding its own, despite Instagram’s frequent parroting of its features. About one-third of the survey’s respondents said they visit Snapchat and YouTube most often, while 15 percent said Instagram is their most frequent destination.

Meanwhile, only 10 percent of teens said Facebook is their most-used online platform. The Pew analysis was based on a survey of 1,058 parents who have a teenager from 13 to 17, as well as interviews with 743 teens themselves. Interviews were conducted online and by telephone from March 7 to April 10.

Pew noted that the biggest change since its last teen survey, besides Facebook’s fall from dominance, was just how ubiquitous smartphones have become among young people. Ninety-five percent of teens own a smartphone or have access to one, and 45 percent said they’re online “on a near-constant basis.”

So in some ways, all the apps are winners.

— Bloomberg News

Compartilhe

  • Temas

  • MARK ZUKERBERG

  • Bloomberg

  • facebook

  • INSTRAGRAM

  • red

  • Snapchat

  • You Tube

  • Facebook

  • Instagram

  • snapchat

  • you tube

  • facebook

  • Instagram

  • Jovens

  • Redes Sociais

  • Snapchat

  • you tube

Publicidade