Proxxima
Meio & Mensagem

Por que engajamento importa em campanhas mobile?

Buscar

How To

Publicidade

Por que engajamento importa em campanhas mobile?

As decisões também devem estar focadas no tempo que se gasta nas audiências sobre o site ou aplicativo móvel

11 de setembro de 2017 - 12h58

(Crédito: Reprodução)

(*) Por Alberto Pardo

O crescimento da navegação dos usuários em dispositivos móveis tem causado uma mudança na maneira como os editores e publishers mensuram a qualidade de seus portais. No Brasil, desde 2014, os smartphones ultrapassaram os computadores e se tornaram o meio preferido para se conectar à internet, de acordo com dados do IBGE. Até pouco tempo atrás, nos acostumamos a ouvir que a métrica importante ao avaliar sites era o alcance, que continua a ser relevante. Como olhar cada vez mais direcionado para o mobile, a lógica mudou e o engajamento tem sido considerado a métrica do momento. Os publishers que consideram mobile em primeiro lugar estão otimizando por engajamento.

Quando falamos em engajamento, há vários aspectos que devem ser levados em consideração. O principal deles é o tempo total em que o usuário navega em seu site, significado de interesse no conteúdo oferecido. Além desse fator, a média de duração das sessões, as interações com o aplicativo do site, o total de compras concluídas realizadas no total de sessões (conversão) e número de visitas diárias repetidas são outros indicadores que comprovam a lealdade do usuário ao site móvel ou ao aplicativo. Por isso, é fundamental entender os dados dos consumidores, relacionados a retenção, frequência e intensidade de uso.

No Brasil, desde 2014, os smartphones ultrapassaram os computadores e se tornaram o meio preferido para se conectar à internet

Essa mudança no olhar sobre as métricas de navegação deve ser levada em consideração como um dos principais fatores no momento em que anunciantes e agências de publicidade decidem qual o parceiro ideal para que campanhas de publicidade mobile sejam desenvolvidas. Nesse contexto, as decisões também devem estar focadas no tempo que se gasta nas audiências sobre o site ou aplicativo móvel.

A grande diferença entre uma ou outra escolha é simples: efetividade nos resultados da marca. Ao realizar campanhas em sites e apps pautados pelo engajamento e por alcance, a marca estará em contato com usuários que passam mais tempo navegando e são leais aos conteúdos oferecidos, aumentando as oportunidades de contato com os anúncios e, consequentemente, os resultados da campanha.

Cada vez mais, o que importa é a experiência total do usuário de ponta a ponta e como as empresas garantem que maioria das pessoas que experimentam seu serviço permaneçam por mais tempo e continuem ativas em seu conteúdo ou aplicativo. A enorme disponibilidade de conteúdo e aplicativos, combinada com o apetite dos consumidores e a propensão para acessar novos conteúdos e aplicativos, significa que as marcas e os publishers devem assegurar que o consumidor engaje imediatamente desde a primeira interação para ser bem-sucedido.

(*) Alberto Pardo é CEO e fundador da Adsmovil

Compartilhe

  • Temas

  • Alcance

  • Apps

  • Campanhas

  • Engajamento

  • experiência

  • IBGE

  • metricas

  • Mobile

  • publishers

  • sites

Publicidade