Proxxima
Meio & Mensagem

Sua empresa vai ser comprada. E aí?

Buscar

How To

Publicidade

Sua empresa vai ser comprada. E aí?

A economia é uma só, nosso setor é globalizado e tudo que acontecer no macro, vai afetar você, esteja você onde estiver, em que mercado estiver, em que companhia estiver, nacional ou internacional.

ProXXIma
3 de outubro de 2017 - 14h09

Por Alon Sochaczewski (*)

Onde está e para onde vai você? Onde está e para onde vai sua empresa e seu emprego?

Perguntas habitualmente sem respostas. E quando elas aparecem, na grande maioria são de analistas financeiros, que muito enxergam os números, mas poucos entendem do comportamento das industrias, das tecnologias e do mundo como ele. Principalmente aqui embaixo, no Brasil.

Por esse motivo fizemos na Pipeline um levantamento para trazer alguns dados, que nos darão um cheiro de para onde essa nova pangeia esta apontando.

Escolhemos por capturar dados públicos, fornecidos pelas empresas aos seus acionistas (grande maioria de capital aberto). E decidimos dividir esse material em grupos, da seguinte forma:

• Marketing (Publicidade e Comunicação)
• CRM
• Mídia
• Data
• Consultoria
• Telecom

Comecemos pelo Market Cap (valor de mercado das companhias segundo o valor de suas ações em bolsa)

Agora, pegamos os mesmos grupos e analisemos a evolução do Market Cap dessas empresas nos últimos 4 anos.

E finalmente, o lucro operacional (EBIT) de algumas das empresas de cada grupo:

Vamos agora a algumas conclusões:

1. As Consultorias e Marketing cresceram marginalmente nos últimos anos.
2. O Marketing Cap da Accenture é igual a soma das 5 maiores empresas de Marketing (WPP, Dentsu, Interpublic, Publicis e Omnicom).
3. A margem de lucro operacional (EBIT) de Marketing e Consultoria é muito semelhante.

Então uma pergunta: faria sentido uma consultoria comprar uma empresa de Marketing?

Sim, faria.

Prestem atenção na Deloitte e PWC pelo seu tamanho. São maiores em receita que a Accenture.

Outras conclusões:

• A Salesforce vale quase 3 vezes mais que a WPP, com menos da metade da receita e com um lucro de quase zero.
• A IBM vem perdendo valor ano após ano, conseguindo se estabilizar desde 2016. A IBM tem o mesmo patamar de margem que as consultorias e marketing.
• As Telecom são gigantes em tudo. Já entenderam que a relação “freenemies” com as empresas de Mídia tem data e hora para acabar.
• Por sua vez, as empresas de Mídia (Tech), estão crescendo tanto que faz tanto sentido exercer o papel de Telecom que já buscam soluções globais para este papel.
• O lucro operacional (EBIT) de empresas de tecnologia é sensivelmente maior que as demais.

Faz um certo tempo, que nós na Pipeline seguimos um novo ecossistema de atuação baseado em 4 setores: Marketing, Mídia, Tecnologia e Consultoria.

Na intersecção deles, existem áreas tão ricas e crescentes que certamente engolirão as suas matrizes. São elas: Conteúdo Digital, AdTech, E-Commerce e Marketing Tech.

Veja o desenho abaixo:

 

Agora que você leu tudo isso, pode ter concordado com algumas coisas, nem tanto com outras, mas descobriu que esse banco imobiliário é o seu mercado.

Você pode até pensar que está muito distante desses bilhões todos e que essas são análises macroeconômicas muito, muito distantes da sua realidade.

Pois não são.

A economia é uma só, nosso setor é globalizado e tudo que acontecer no macro, vai afetar você, esteja você onde estiver, em que mercado estiver, em que companhia estiver, nacional ou internacional.

Somente em agosto deste ano, a Accenture concluiu 8 aquisições; o WPP, 26; e o Dentsu comprou 18 empresas. Juntas, elas investiram 1,8 bilhões de dólares em aquisições. Isso só no mês de agosto.

Essas corporações estão comprando empresas como a sua para ganhar tempo, engordar o caixa e adquirir competências que não têm.

O mercado está ágil. Em 2020, daqui a 30 meses, portanto, começaremos uma nova era: a do 5G. A era onde tudo se conectará, hardwares, IoT, etc. Serão 8 bilhões de pessoas always on.

É por isso que esses grandalhões estão correndo atrás de todas essas novas oportunidades.

Você precisa ficar atento a tudo isso e estar preparado para um mundo que vai se consolidar ainda mais. Empresas gigantes ficarão ainda mais gigantes.

Cabe a você, empresário ou funcionário, aprimorar seus conhecimentos e habilidades para um mercado cada vez mais sem fronteiras, geográficas e setoriais.

Esse é o mundo que vem por aí.

(*) Alon Sochaczewski é sócio-fundador e CEO da Pipeline, consultoria de M&A.

 

Compartilhe

  • Temas

  • aquisicoes

  • grandes grupos

  • M&A

  • marketing

  • mercado

Publicidade