Proxxima
Meio & Mensagem

Startup cria ferramenta de venda de ingressos nas redes sociais

Buscar

Notícias

Publicidade

Startup cria ferramenta de venda de ingressos nas redes sociais

App Ticket, de Maike Robert (foto), foi uma das finalistas de concurso ProXXIma Startup deste ano

Meio & Mensagem
6 de dezembro de 2013 - 8h03

POR ISABELLA LESSA
ilessa@grupomm.com.br

Segunda colocada na edição do ProXXIma Startup, realizado em maio deste ano, a App Ticket não foi concebida para ser uma startup. Tudo começou quando Maike Robert, que trabalhava na NBS, agência da qual se desligou recentemente, criou um produto para atender necessidades de um cliente na promoção de um evento musical em 2012.

Ao lado de Rodrigo Sakai, descobriu que não existia nenhum serviço para a venda de ingressos e inscrições pela internet que explorasse o potencial das redes sociais de maneira eficaz. A partir daí, elaboraram o AppTicket, que tem o intuito auxiliar produtores de shows, corridas, cursos, palestras e festas no trabalho de divulgação e venda de ingressos. “Não nos enxergávamos como uma startup, até que começamos a perceber como as pessoas viam nosso produto. Fizemos o caminho contrário, criamos um produto que virou uma startup”, brinca Robert.

Com aporte financeiro de R$ 1,5 milhão de um grupo de investidores brasileiros que preferiu não revelar, Robert diz que recebeu muitas propostas que foram descartadas, pois acima de tudo, ele e Sakai desejam levar o projeto com a maior autonomia possível. “Tomamos muito cuidado para não engessar o produto”, afirma.

Segundo ele, a simplicidade e a rapidez são um dos diferenciais de seu negócio. “Estudamos quais dados eram necessários para ter segurança no momento da compra. Como rodamos dentro das redes sociais, pedimos um cadastro muito breve”. Em versão beta até outubro, o site da empresa agora está aberto para qualquer um que quiser experimentar a funcionalidade B2B. O cadastro é gratuito e o produtor pode acompanhar o andamento do evento via web. Na interface, é possível ver a saída de ingressos dos pontos de venda e qual meio de pagamento funciona melhor.

De acordo com Robert, o grande foco é fazer com que as pessoas vejam quem é o produtor do evento. Para o público, a ferramenta possibilita a compra de ingressos em todas as plataformas móveis. É possível curtir a página do evento e efetuar a compra sem sair da rede social.

Em 2014, a startup planeja lançar um programa de parceria com agências, aproveitando sua experiência anterior como gerente de operações digitais da NBS em São Paulo. “Estamos trabalhando fortemente para entender do que as marcas precisam em termos de evento, e de que forma elas poderão utilizar o AppTicket para alavancar isso”, explica.
 

Compartilhe

Publicidade