Proxxima
Meio & Mensagem

SpoonRocket, nova empresa do Grupo iFood chega a São Paulo

Buscar

Notícias

Publicidade

SpoonRocket, nova empresa do Grupo iFood chega a São Paulo

O aplicativo atua com frota de entregadores conectados e treinados para levar a comida em 35 minutos

22 de setembro de 2016 - 11h18

Em março deste ano, o Grupo iFood adquiriu a tecnologia de entrega rápida da empresa norte-americana SpoonRocket, startup criada por ex-alunos da Universidade da Califórnia que ganhou destaque no Vale do Silício. Após adaptar o modelo de negócio para o mercado brasileiro, o aplicativo chega para revolucionar o delivery de comida no Brasil e tem como foco proporcionar aos clientes uma nova experiência ao cuidar de todos os detalhes, desde a escolha do prato até a entrega.

Os consumidores têm a opção de pedir delivery dos melhores restaurantes próximos a eles e que não possuíam serviço de entrega até então. As opções de restaurantes que o aplicativo oferece são bem variadas, indo desde hambúrgueres gourmet até pratos bem tradicionais, como um parmegiana. “No momento em que o pedido é feito pelo cliente, a nossa tecnologia avalia em poucos minutos quem é o entregador mais adequado para despachar aquele pedido no tempo prometido, o que favorece para uma atuação precisa”, explica Roberto Gandolfo, CEO do SpoonRocket.

De acordo com o executivo, quando o Grupo iFood adquiriu o SpoonRocket nos EUA, já havia um plano para oferecer aos consumidores brasileiros uma nova experiência em delivery de comida. “Como nós gerenciamos todo o processo, conseguimos oferecer uma boa variedade de restaurantes próximo aos usuários, onde eles podem encontrar as melhores comidas, fazer o pedido e ainda acompanhar a entrega com o sistema de tracking pelo próprio aplicativo”, acrescenta Gandolfo.

Para os estabelecimentos, o SpoonRocket oferece, além da logística, embalagens personalizadas, fotógrafos profissionais e acesso a uma gama de clientes que valorizam uma boa comida. “Percebemos que ainda existem muitas pessoas no Brasil que não pedem delivery, ou pedem raramente, porque não encontram os seus restaurantes favoritos e não gostam de esperar pelo longo tempo de entrega. Como operamos bem próximo aos nossos parceiros, conseguimos agir em tempo real e gerar informações relevantes para que eles acompanhem a operação de delivery de forma consistente”, comenta Roberto .

Compartilhe

Publicidade