Proxxima
Meio & Mensagem

Bullet e Nexo se unem em joint venture

Buscar

Notícias

Publicidade

Bullet e Nexo se unem em joint venture

Parceria terá investimento de R$ 1 milhão com o objetivo de trazer soluções criativas e otimizar processos de inteligência da informação

ProXXIma
12 de junho de 2018 - 12h11

 

 

A Bullet, uma das líderes do mercado de promoção, eventos e ativação, anuncia joint venture com a Nexo, consultoria especializada em inovação, com foco em inteligência artificial, blockchain, internet of things, machine e deep learning. O objetivo é apresentar essas tecnologias como soluções ao segmento, que já discute as mesmas, mas ainda pouco aplica. Dessa forma, a parceria entre as empresas pretende desmistificar o uso dessas aplicações e principalmente facilitar aos clientes, dentro de uma única empresa, a execução de projetos disruptivos e inovadores, estimulando a criatividade dentro das estratégias de marketing e aprimorando processos de inteligência da informação para o mercado anunciante.

“A Bullet sempre foi uma agência inovadora, pois sabemos que, nesse mercado, quem não se reinventa desaparece. Hoje, para ter protagonismo em inovação, temos que nos plugar em empresas que estão nascendo num novo mercado, que é o caso da Nexo, líder em seu segmento”, explica Fernando Figueiredo, sócio e CEO da Bullet, que lembra que sua agência alcançou a primeira colocação no ranking de maior percepção do mercado anunciante, na categoria marketing promocional, segundo as pesquisas Agency Scope de 2012, 2014 e 2016, realizadas pela Scopen.

A joint venture entre a Bullet e a Nexo, dos sócios Diego Figueredo e Luiz Carvalho e vencedora do prêmio “Novo Parceiro Estratégico IBM” no evento Think 2018, terá investimento inicial de R$ 1 milhão, contemplando equipamentos, contratações e capacitação de equipe. Na agência, Vagner Valim (ex-TecBan) liderará o processo de integração das empresas. Atualmente, no cargo de Business Inteligence Manager, ele é responsável pela área de BI da Bullet, contando com uma equipe de oito colaboradores.

Entre as novidades que empresas e marcas podem esperar da joint venture estão, por exemplo, eventos com uso de inteligência artificial para adaptação de conteúdos em tempo real, de acordo com demandas e respostas do público presente. Numa outra ponta, a I.A. pode captar informações das redes sociais para serem executadas também em tempo real a determinadas ativações de marcas, mudando ou transformando o curso de uma ação em favor da marca e de seus consumidores. Já no campo das promoções é possível criar interações com o consumidor que tornem mais intuitivas a participação do público, desenvolvendo variáveis de mecânicas e prêmios modeladas a cada participante, entre outras inciativas que podem ser idealizadas, mesclando a sensibilidade da Bullet nas disciplinas de planejamento e criação à expertise da Nexo na aplicação de tecnologias.

“O papel da Nexo é trazer um ganho exponencial para os clientes da Bullet, e transformar o mercado de promoções, eventos e ativação. Vamos aplicar a inteligência artificial para construir experiências cada vez mais personalizadas aos clientes, por meio da avaliação profunda de dados e construção de algoritmos para análise de personalidade, automatização de processos e exploração de informações estruturadas e, principalmente, não estruturadas. Nosso desafio é posicionar as entregas da Bullet em um patamar jamais alcançado por qualquer outra agência do segmento”, ressalta do CEO da Nexo, Diego Figueredo.

“O anunciante vem provocando o mercado, que está em plena transformação. Os clientes pedem ideias diferentes e mais eficientes, cada vez mais focado em engajamento e menos em awareness, ou seja, querem resultados efetivos de venda e ROI. Cabe à Bullet transformar novas ideias em produtos e projetos na prática”, completa Eduardo Andrade, diretor de negócios da agência.

Dados e Inteligência da Informação
Além de uma oportunidade de oferecer soluções criativas e atrativas, a joint venture com a Nexo ainda possibilitará à Bullet, que atende clientes como Bunge, Camil, Cielo, Comgás, Mondelez e Volkswagen, a otimização de processos e relatórios internos, bem como a criação de novas estratégias para as marcas, ao ter em mãos um novo formato de inteligência da informação para processar dados. Ou seja, as informações que a agência coleta durante centenas de promoções e ações em milhares de pontos de venda serão agora processadas de forma muito mais eficiente e inteligente, por meio da inteligência artificial, criando uma aplicabilidade para cada dado.

No início de 2017, a Bullet lançou a plataforma integradora YouIn (www.youinpromo.com.br), que abriga desde então as principais promoções brasileiras em vigência em um único lugar. A ferramenta tem uma base de mais de 3 milhões de consumidores cadastrados, e revela o perfil do participante ao acompanhar sua jornada de consumo. A joint venture com a Nexo permitirá à agência ir mais longe nesse sentido: “O YouIn marcou o início das nossas iniciativas para organizar e usar as informações a nosso favor. Atuamos em milhares de pontos de venda. Abordamos milhares de consumidores todos os dias. Milhões de pessoas participam de nossas promoções todos os anos. Agora, com a Nexo, saberemos por meio do tipo de produto qual ponto de venda tem a melhor performance em abordagens e em conversão e, principalmente, quais são os mais eficientes nos retornos promocionais”, explica Fernando Figueiredo.

Para o CEO da Bullet, os projetos realizados a partir da joint venture vão corresponder a 25% do faturamento já no primeiro ano de parceira, além de significar também um corte significativo de gastos, justamente devido a otimização dos processos da agência. “Optamos por uma joint venture pois acreditamos que as duas empresas precisam estar motivadas e engajadas num mesmo nível. Dessa forma, em todos os projetos dividiremos os resultados da mesma forma”, finaliza o executivo.

Inovar faz parte da história da Bullet. A agência foi a primeira a fazer phone promotion (promoções sem uso de caixa postal, utilizando telefone e PIN Code); a inserir um prêmio de verdade dentro de um produto (inseption); a usar a internet em um projeto de promoção e incentivo, ainda nos tempos de BBS; e ainda a primeira a dar aos clientes um dashboard de acompanhamento de campanha via mobile. Desde 2016, a agência, que nasceu num mercado BTL, passou a comprar mídia com objetivo de engajar consumidores e alavancar vendas, estratégia que corresponde hoje a 20% de seu faturamento.

Legenda da Imagem

Acima: Vinícius Pantoja (Nexo), Cesar Leite (Bullet), Eduardo Andrade (Bullet) e Luiz Carvalho (Nexo). Abaixo: Mentor Neto (Bullet), Adriana Ribeiro (Bullet) e Diego Figueredo (Nexo)

Compartilhe

  • Temas

  • inteligência artificial

  • ativação

  • ponto de venda

  • negocio

Publicidade