Proxxima
Meio & Mensagem

Netflix supera expectativa de mercado e ações crescem 10%

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Netflix supera expectativa de mercado e ações crescem 10%

Apesar de não atingir metas de crescimento em número de assinantes, empresa supera expectativa de rentabilidade de analistas e acionistas e ações da companhia crescem 10%

17 de outubro de 2019 - 8h24

Apesar do jogo de streaming e OTT ter se Aquecido insuportavelmente nos últimos 12 meses com a entrada em cena de players como Amazon e a iminência da chegada da Apple e da gigante Disney, a Netflix viu o valor de suas ações subir 10% após divulgação, ontem, de seus resultados do último quarter. A receita cresceu 31% ano a ano, para US $ 5,2 bilhões no trimestre e adicionou 6,8 milhões de clientes no período, o que aumenta o tamanho de sua audiência para 158 milhões de assinaturas pagas.

Analistas especializados comentam que a companhia “esmagou” as projeções de ganhos de Wall Street e adicionou um pouco mais de assinantes pagos internacionalmente do que o esperado durante o período.

As ações subiram, assim, a US $ 317, após o fechamento do pregão da quarta-feira. Anteriormente, as ações da empresa haviam caído mais de 20% em relação aos três meses anteriores.

A Netflix foi muito mais lucrativa do que os analistas esperavam durante o terceiro trimestre. A empresa registrou ganhos de US $ 1,47 por ação, ou US $ 665 milhões, em comparação com US $ 0,89 por ação no mesmo período do ano anterior.

A Netflix adicionou 6,8 milhões de assinantes pagos globalmente durante o terceiro trimestre, em linha com o que os analistas de Wall Street estimaram, mas um pouco abaixo da previsão da empresa, de 7 milhões.

Quase 6,3 milhões desses novos assinantes pagos são internacionais, acima dos 6 milhões de analistas projetados em Wall Street.

Mas a empresa perdeu suas metas de assinantes nos EUA, seu maior mercado, depois de lançar aumentos de preços no início do ano. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde 2011, durante o segundo trimestre.

A partir do próximo ano, Netflix deixará de considerar os EUA como uma região isolada, e vai incorporar o País ao canadá e passará atuar mundialmente em mais três regiões: Ásia-Pacífico, Europa e Oriente Médio e África.

O terceiro trimestre é o último período completo da Netflix, antes que uma onda de novos rivais chegue ao mercado, começando em novembro com a Apple TV Plus, Disney Plus e HBO MAx.

A Netflix disse estar preparada para competir com todos os novos serviços de streaming de assinatura. “Muitos estão focados nas ‘guerras de streaming’ ‘, mas estamos competindo com streamers (Amazon, YouTube, Hulu) e com TV linear há mais de uma década”, disse a empresa em nota aos investidores.

Em 2012, a Netflix começou a criar programas originais como “Orange Is the New Black” e “House of Cards”, um movimento para deixar de licenciar filmes e programas de rivais em potencial como a Disney.

Agora, a Netflix espera gastar US $ 15 bilhões este ano em programas originais. Enquanto isso, o Disney Plus deve ser lançado no próximo mês, com uma biblioteca que inclui centenas de filmes clássicos e novos shows de grande sucesso baseados nos personagens da Marvel e de Star Wars. A NBC Universal planeja lançar seu serviço de streaming chamado Peacock no próximo ano.

 

Enviado do meu iPhone

Compartilhe

  • Temas

  • Apple

  • Netflix

  • HBO

  • Disney

  • AMAON

  • streaming

  • video

  • TV

  • OTT

Publicidade