Proxxima
Meio & Mensagem

Toda força ao Martech!

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Toda força ao Martech!

O que vemos já hoje, e veremos cada vez mais, é os conceitos e métodos da mercadologia incorporando de uma vez e para sempre o conhecimento, a descoberta e as práticas da ciência e das tecnologias sem fim.

20 de maio de 2020 - 8h14

Ciência é o conhecimento humano colocado a serviço da descoberta. Tecnologia é o ferramental da descoberta feito prática.

A indústria da comunicação e marketing supõe essas coisas  meio distantes, porque imagina não vê-las aparentes no seu dia a dia, e assim supõe que são de outra natureza. Em verdade são, mas veja como também não são.

Vou explicar melhor isso, mas adianto que a ponte inequívoca que une comunicação e marketing a ciência e a tecnologia é o assim chamado marketing tech.

Marketing tech é quando nossa indústria lança mão e incorpora em suas atividades de toda ordem os conceitos, princípios, práticas, soluções e plataformas criadas pela ciência e transformadas em ferramentas pela tecnologia.

Exemplos? Bom, olhe a sua volta e me diga francamente o que não é digital e tecnológico em sua atividade profissional hoje. Todos os elos da cadeia de negócios de marketing e comunicação transformaram-se em estruturas, processos e atividades que são agora permitidas, intermediadas e viabilizadas pela ciência e pela tecnologia. Todos eles.

Se não, vejamos.

Planejamento de marketing? Sem tecnologia, não funciona mais. Mídia? Sem tecnologia, hoje nem existe. Comunicação de todo tipo? Sem plataformas digitais é irrelevante. Dados? Tecnologia na veia. Até a criação se vale hoje das plataformas e recursos tecnológicos para criar e engajar audiências, ou suas campanhas tendem ao ostracismo. Gestão de marcas e produtos? Tudo tem base digital e tecnológica. Distribuição? Idem? Consumo e ponto de venda? Igual. Controle e analytics de tudo isso? Nem se fala.

Entendamos que esses mundos, aparentemente distantes, estão em franca colisão. Sem ciência e tecnologia, a comunicação e o marketing serão cada vez mais espectros de si mesmos.

O que vemos já hoje, e veremos cada vez mais, é os conceitos e métodos da mercadologia incorporando de uma vez e para sempre o conhecimento, a descoberta e as práticas da ciência e das tecnologias sem fim.

Esse casamento encruado acelerou-se na pandemia, e se pode haver algo bom no horrível, eis que aqui temos exatamente um exemplo de caso.

Nestes dois meses, pouco mais menos, nossa indústria já está passando por transformações antes supostas distantes. Transformações digitais deixadas na gaveta saltaram delas para o mundo real/virtual/digital em semanas.

Destaco que resiliente nisso tudo está o brilho da nossa criatividade, da infindável e única capacidade da nossa indústria de imaginar narrativas de enlevo, envolvimento e construção dos ativos de mais alto valor para toda e qualquer empresa: suas marcas.

Marcas agora, e cada vez mais, embedadas da imaginação, igualmente original, das descobertas da ciência e da tecnologia.

Não se engane, este é um statement.

Marketing tech, ou simplesmente martech para os íntimos, é o futuro da nossa indústria. O casamento mais que perfeito da comunicação, do marketing, da ciência e da tecnologia.

Admirável este mundo novo.

E o ProXXIma estará a seu lado nessa transformação. Aguarde e verá.

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe

  • Temas

  • marketing

  • MarTech

  • FUTURO DA INDÚSTRIA

  • propagada

Publicidade