Proxxima
Meio & Mensagem

QR Codes are back. Muito back!

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

QR Codes are back. Muito back!

Há muitos anos tivemos contatos com os primeiros QR Codes. Era bem legal, mas por aqui, depois de anos, eles sumiram. Não pegou. Agora, retornam com força inédita e vão se instalar em nossas vidas como nunca antes.

11 de agosto de 2020 - 7h54

Aqueles quadradinhos cheios de outros quadradinhos e que para nós, leigos, não fazem muito sentido, nem parecem lá grande coisa, os QR Codes, contém uma tecnologia já amplamente dominada pelas sociedades e empresas, e consegue, de algo impresso sobre qualquer superfície, destravar o contato com ambientes digitais. Vamos combinar, parece meio mágica.

Ao contrário dos códigos de barras tradicionais, que contém 20 dígitos numéricos e são unidimensionais, os códigos QR são bidimensionais e têm a capacidade de armazenar milhares de caracteres alfanuméricos como informação.

Eles apareceram por aqui no Brasil anos atrás, encantaram no início, mas sumiram. Não pegou.

Deu ruim antes porque era bem complicadinho usar. Era preciso baixar aplicativos específicos, cada player queria impor o seu, não existiam standards mainstream, dava pau toda hora. Enfim, era bonitinho, mas ordinário.

Pois na China pegou. E pegou muito. Você deve estar companhando. Lá, tudo se faz com QR Code. Tudo. Pedir comida em restaurante, pagar metrô, fazer compras em supermercados, participar de promoções e games, enfim, você entendeu.

De pouco tempo para trás, começaram a invadir também Europa e EUA e devem chegar até nós em breve.

Isso porque a tecnologia se simplificou ao máximo e agora basta qualquer câmera de celular para funcionar na boa. E assim, o QR Code está voltando à ativa de forma inédita e pervasiva nunca vista até hoje.

Para o marketing, eles são uma maravilha, como você vai entender melhor aí abaixo. Reúnem uma série potencial de usos e benefícios altamente impactantes e flexíveis para um sem número de ações de marketing e comunicação, envolvendo features de entretenimento, venda direta, ativação de audiências, além de, como já disse aí acima, serem uma ponte invisível entre o off e o online, o que é hoje a grande onda do varejo omnichannel.

Com o (triste) advento do Covid e a tendência de uma sociedade cada vez mais touchless, eles permitem ainda que não toquemos em nada para pagar produtos e, em breve, em muitas lojas, simplesmente escanear um QR Code e receber a mercadoria em casa.

Na imprensa técnica e especializada internacional, que entende do assunto, encontramos a explicação para todo esse revival.

1. Eles se chamam Quick Response Codes não é à toa. São rápidos. Muito rápidos. Os usuários não precisam esperar para obter detalhes adicionais sobre serviços, ofertas especiais e produtos. Basta apontar a câmera, escanear o código e pronto! acesso instantâneo a informações em tempo real.

2. Eles são fáceis de usar.Os códigos QR são mais convenientes para o usuário, pois eliminam a necessidade demorada e inconveniente de digitar uma URL – sem mencionar que evita a provável digitação incorreta da URL.

3. Eles são informativos.Há muito que você pode adicionar aos anúncios impressos e à embalagem do produto. Os códigos QR fornecem às empresas uma tela de informações ilimitadas – o sonho de um profissional de marketing.

4. Eles são envolventes. Vídeos de instruções, blogs, trailers de vídeo, as possibilidades são infinitas com os códigos QR. Conteúdo adicional rico, gratuito e facilmente acessível é um benefício adicional para o cliente que eles irão apreciar.

5. Eles preenchem a lacuna entre offline e online. Os códigos QR transportam perfeitamente o consumidor de uma mídia offline para uma experiência digital.

6. Eles são rastreáveis. Freqüentemente, por meio de mídia offline como outdoor ou impressão, é quase impossível medir a eficácia. Usando esses códigos, você pode estimar a receita de vendas com base em leads e cliques. Quem não prefere tomar decisões com base em dados?

7. Eles são baratos. Os códigos QR são baratos de gerar e a maioria pode ser gerada online gratuitamente. O único custo associado é a impressão, incomparável ao custo de uma campanha de marketing tradicional.

Então, você já sabe. Comece a pensar em como se utilizar dos QR Codes em seu retorno do passado e em direção ao futuro. O marketing vai se beneficiar disso fortemente. Saia na frente.

 

 

Compartilhe

Publicidade