Proxxima
Meio & Mensagem

Fala!, maior content tech de universitários do País, emprega um aluno a cada três dias na pandemia

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Fala!, maior content tech de universitários do País, emprega um aluno a cada três dias na pandemia

Presente em 18 estados, com mais de 700 produtores de conteúdo cadastrados e mais de 4 milhões de acessos mensais, o Fala!Universidades, considerada a maior plataforma universitária do Brasil, conseguiu empregar um universitário a cada três dias durante todo esse período de pandemia.

9 de setembro de 2020 - 7h01

.

Mesmo em ano de pandemia e de crise econômica, o Fala! Universidades, startup que une Educação e Tecnologia para gerar experiência prática para universitários e inseri-los no mercado de trabalho, parece estar conseguindo acelerar na contramão das adversidades e vem conseguindo gerar altos índices de empregabilidade para alunos universitários em todo o Brasil.

Presente em 18 estados, com mais de 700 produtores de conteúdo cadastrados e mais de 4 milhões de acessos mensais, o Fala!Universidades, considerada a maior plataforma universitária do Brasil, conseguiu empregar um universitário a cada três dias durante todo esse período de pandemia.

A startup revela que entendeu que o afastamento social e as novas condições de trabalho, num ambiente em que conteúdo passou a ser mais consumido, poderia se configurar não em um entrave, mas numa oportunidade incremental para os universitários com os quais se relaciona. Resolveu intensificar suas atividades junto a sua base, incentivando os alunos a um maior engajamento na plataforma, além de expandir sua atuação nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste do país. O resultado foi mais conteúdo, mais leitores e mais universitário empregados.

O CEO da startup, Emilio Alves, comenta a estratégia da empresa durante a pandemia: “Inicialmente ficamos preocupados em ajudar os universitários e suas famílias a manterem os pagamentos das mensalidades da faculdade. Para que isso acontecesse, aceleramos sua capacitação para inseri-los de forma mais ágil no mercado de trabalho”. A aceitação do mercado foi ótima e empresas como Grupo Globo, revistas Veja e Caras, Record TV Rio e TV Gazeta foram algumas que contrataram os universitários capacitados pela startup.

Para o segundo semestre de 2020, a startup tem novos planos de expansão, por entender que apesar da flexibilização do isolamento social, as aulas em algumas universidades irão demorar a voltar. Sendo assim, minicursos on-line, ebooks e entre outros materiais de capacitação já estão sendo preparados, além de uma nova plataforma on-line de produção de conteúdo.

 

 

Compartilhe

Publicidade