Proxxima
Meio & Mensagem

Cultura Corporativa Frouxa: a maior barreira para a Transformação Digital

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Cultura Corporativa Frouxa: a maior barreira para a Transformação Digital

Cultura Corporativa Frouxa é um sofisticado conceito desenvolvido pelo Centro de Estudos Global Pyr Marcondes. Após inúmeras pesquisas em campo durante anos, a constatação científica empírica revelou a maior barreira para a Transformação Digital das empresas.

5 de outubro de 2020 - 7h18

“Success breeds complacency. Complacency breeds failure. Only the paranoids survive”.

Andy Grove, ex-presidente da Intel

 

Sua empresa tem, aquela outra ali também tem, boa parte das empresas tem.

Cultura Corporativa Frouxa é um desvio estrutural corporativo da Era Digital, que se manifesta em parte significativa das companhias e tem diversificados componentes. Mas vamos aqui a um resumo executivo da tese acadêmica desenvolvida proprietariamente pelo renomado Centro de Estudos Global Pyr Marcondes, em 5 pontos:

1.A direção da empresa é frouxa e complacente, como diz Grove, diante do novo. Teme mudar legados, porque não sabe como fazer, tem medo de fazer e não faz. Resumo: sua corporação sofre com os efeitos inexoráveis e cruéis das transformações digitais aceleradas que atropelam sua obsolescência e o resultado é desastroso. Empresas assim quebram, fecham, são engolidas por outras bem mais rápidas e mais avançadas.

2. As áreas de tecnologia são frouxas diante dos avanços da Era Digital. Embora até tenham algum conhecimento de que um dia após o outro novos avanços tecnológicos se superpõem vertiginosamente, essas áreas frouxas demoram para se alinhar a nova velocidade e as novas descobertas, deixando igualmente descobertas as empresas em que operam.

3. O marketing é frouxo. Responsável por ser a ponta de contato mais íntimo entre as companhias, suas marcas e, ali fora, o consumidor, essas áreas frouxas estão hoje bastante perdidas sobre como enfrentar tanta transformação tecnológica, que desconhecem, não fazem lá muito esforço para conhecer, contribuindo fortemente para que a Cultura Corporativa Frouxa seja espalhada publicamente no mercado, e o consumidor, ele mesmo vivenciando uma transformação digital recorrente acelerada, sabe o que?: Foge!

4. O comercial é frouxo. Desconhece as técnicas de digital sales, vai na base do Excell e do telefone fixo, caderninho a lápis e boas. Num cenário de negócios complexo e cada vez mais competitivo, vender é cada vez mais um conjunto de técnicas e processos em que a gestão através de plataformas com drive de automação e otimização de performance de leads é o novo normal.

5. A cultura de dados é frouxa. Dados são hoje os bits e bites da otimização de performance de todas as áreas de qualquer empresa, em todos os mercado, sem qualquer exceção. Parte significativa das corporações tenta estruturar suas bases desconexas de dados, mas vem fazendo isso como se fosse uma tarefa burocrática do pessoal de T.I., quando é, em verdade, a alma do sucesso e dos negócios do mundo contemporâneo.

Compartilhe

Publicidade