Proxxima
Meio & Mensagem

Associação de Anunciantes dos EUA vai botar ordem na programática por lá

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Associação de Anunciantes dos EUA vai botar ordem na programática por lá

O formulário da RFP pode ser baixado aqui, e as inscrições devem ser enviadas até o início de junho. Quer se habilitar?

7 de maio de 2021 - 6h00

(Crédito: Reprodução)

A Associação Nacional dos Anunciantes do EUA (ANA), poderosa entidade que congrega os maiores anunciantes do maior mercado de publicidade do mundo, resolveu, uma vez mais – houve já outras tentativas antes, só para registar – investir contra aquilo que qualifica como um ambiente pouco transparente, crivado por responsabilidades fragmentadas e por uma complexidade “entorpecente” (entenda-se altamente danosa para a eficácia e rentabilidade dos investimentos em mídia digital). Vai fazer isso contratando especialistas para investigar o mercado de programática de perto. E propor soluções para os problemas já amplamente conhecidos de todos há alguns anos.

A ANA estima que os gastos globais com anúncios programáticos devem ultrapassar US $ 200 bilhões, mas que “apenas 40% a 60% dos dólares digitais investidos pelos anunciantes chegam ao seu público efetivamente  devido a um mar de  intermediários de tecnologia fazendo uma variedade de “cuts” (mordidinhas), que acabam por encarecer toda a cadeia da publicidade programática em geral.

“Os profissionais de marketing não têm uma visão totalmente transparente de suas cadeias de fornecimento programático”, declarou Bob Liodice, CEO da ANA, em um comunicado anunciando a RFP semana passada, e acrescentando: “A falta de transparência total para a entrega e qualidade do anúncio está diminuindo a capacidade dos profissionais de marketing otimizar totalmente os investimentos e impulsionar o crescimento dos negócios. Acreditamos que essa falta de transparência está custando aos anunciantes bilhões de dólares em desperdício ”.

A ANA disse que o projeto está sendo realizado com o apoio de contrapartes internacionais, a Incorporated Society of British Advertisers e a World Federation of Advertisers, e que os objetivos explícitos do estudo são:

– Impulsionar o crescimento dos negócios e da marca por meio da eliminação de gastos desnecessários e improdutivos.

– Tornar a cadeia de suprimentos de mídia digital compreensível, altamente transparente e analiticamente rica.

– Instituir soluções corretivas e padrões da indústria que tenham sustentabilidade de longo prazo.

– Determinar quais órgãos de supervisão da indústria são necessários para garantir a integridade do ecossistema programático.

– Melhorar a tomada de decisão dos profissionais de marketing.

O formulário da RFP pode ser baixado aqui, e as inscrições devem ser enviadas até o início de junho. Quer se habilitar?

Compartilhe

Publicidade