Proxxima
Meio & Mensagem

Por que o PayPal quer comprar o Pinterest?

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Por que o PayPal quer comprar o Pinterest?

PayPal quer ser publisher e gerador de comunidades. Pinterest já é isso. Mais do que lógico um comprar o outro

25 de outubro de 2021 - 13h41

(Crédito: Charles Deluvio/Unsplash)

As ações do Pinterest (PINS) dispararam 10% semana passada com a notícia de que estava em discussão sua aquisição pelo PayPal. O preço de aquisição seria, segundo rumores, de cerca de US $ 70 por ação, cerca de 13% mais alto do que os níveis atuais.

Em seu último trimestre, PINS entregou resultados sólidos, com as receitas crescendo 125% ano a ano (‘YOY’).

PINS tem um valor de mercado de cerca de US $ 35 bilhões.

E porque um dos maiores gateways de pagamento do mundo compraria um site de alfinetes em imagens? 

PayPal é uma plataforma de pagamentos oca. Não tem nada lá dentro. Só pagamentos mesmo. É pouco para um mundo empresarialmente cada vez mais ampliado e diversificado e para uma economia em que as empresas se transformam cada vez mais em plataformas.

Pinterest é conhecido por seus recursos de pesquisa e pela capacidade das marcas de alcançar os consumidores a partir de seu site. O comércio social (social commerce) a partir do Pinterest, um site de conteúdo, permite que as empresas rastreiem cliques e compras em seus respectivos aplicativos. Exibe excelente eficácia para advertising e commerce.

Colin Sebastian, analista da Baird Capital, escreveu em uma nota que “o Pinterest poderia ajudar o PayPal a acelerar suas ambições de super aplicativos (super apps)”. Pinterest é craque em compras contextualizadas e o PayPal espera lançar seu app de compra nesse modelo em breve. Isso facilitará à plataforma oferecer, de forma contextualizada (conteúdo e advertising falando a mesma língua), listas de produtos, recomendações, ofertas, cupons e negócios personalizados relevantes para os consumidores com transações diretamente no aplicativo. Com a cara de cada usuário.

 O Pinterest tem mais de 400 milhões de usuários mensais que procuram produtos e serviços e planejam compras, o que certamente pode se tornar em uma fonte importante de engajamento e incremento de receitas para o PayPal.  

A aquisição aumentará o tamanho de sua base de consumidores ao converter usuários do Pinterest em titulares de contas do PayPal. Simples assim.

PayPal quer ser publisher e gerador de comunidades. Pinterest já é isso. Mais do que lógico um comprar o outro.

Compartilhe

Publicidade