Proxxima
Meio & Mensagem

Blockchain para a publicidade digital

Buscar

Blog do Pyr

Publicidade

Blockchain para a publicidade digital

O blockchain pode eliminar intermediários e impedir que qualquer parte individual possua ou controle centralizado e não transparente

8 de novembro de 2021 - 15h17

O pessoal do ProXXIma tem acompanhado esse tema de perto e vários artigos foram já publicados para esclarecer como uma plataforma tecnológica disruptiva que cria um ecossistema invunerável de contratos digitais pode ser importante para uma atividade de mercado, de comunicação e vendas, como é a publicidade digital. E o marketing de contrabando.

Em vez de operar a partir de um armazenamento de dados “primário”, o blockchain é composto de muitos nós em uma rede – todos com acesso direto (ponto a ponto) uns aos outros (Créditos: Sashkin/shutterstock)

Este outro artigo aqui é só mais uma colaboração para essa reflexão.

Como estudos sobre o assunto publicados recentemente na mídia nos EUA dão conta, embora a publicidade digital tenha proporcionado uma série de benefícios, como segmentação precisa, custos baixos e facilidade de ajuste fino de uma campanha, existem três áreas principais onde os anunciantes experimentam perdas desnecessárias e excessivas. Primeiro, a fraude, uma perda anual, revelam esses estudos, estimada de US $ 18 bilhões. Em segundo lugar, a notória dificuldade de retroceder ao longo da jornada do cliente para atribuir uma compra a um anúncio específico. Finalmente, o exército de intermediários exigido pelo atual modelo de negócios de publicidade digital. Muitas vezes, um caos para ser gerido. Fora a ineficiência, a perda de valor e, por esse motivo específico, a dispersão dos investimentos no meio do caminho.

Pois o blockchain pode resolver simultaneamente todos os três problemas.

Todos os desafios acima têm um tema em comum que o blockchain endereça em sua própria concepção original: a falta de visibilidade ou confiança nas informações que fluem entre os diferentes participantes da cadeia de valor.

Por ser um sistema eletrônico de registro de informações como transações, contratos, transações distribuídas e outros dados trocados entre múltiplos participantes, o blockchain torna-se uma fonte única da verdade imutável dos contratos registrados em seu ledger, pois é impossível de manipulá-los. Descentralizado, transparente, imutável e automatizado, é uma ferramenta formidável que pode e deve transformar a indústria da publicidade digital. è o que se espera.

O blockchain pode eliminar intermediários e impedir que qualquer parte individual possua ou controle centralizado e não transparente. Em vez de operar a partir de um armazenamento de dados “primário”, o blockchain é composto de muitos nós em uma rede – todos com acesso direto (ponto a ponto) uns aos outros. Cada transação é visível para todos os participantes. O fato de uma transação ser registrada e confirmada não pode ser alterada garante confiança. E o trabalho manual é bastante reduzido ou eliminado por algoritmos baseados em regras que podem ser criadas e acionadas pelas próprias características transacionais do sistema como um todo.

Com a transparência integrada, é mais fácil do que nunca imaginar uma relação direta entre a marca e os publishers, por exemplo. Essa desintermediação pode desempenhar um papel vital na cadeia de valor da publicidade e resultar em redução substancial de custos em taxas de processamento, de transação, de pagamento. Fora a agilidade e a confiabilidade.

Mas e porque o blockchain ainda não virou standard na indústria da publicidade contemporânea.

Bom, porque nossa cadeia de valor é lenta e, muitas vezes, resistente à mudança.

Ela, no entanto, inevitavelmente virá e o blockchain transformará toda essa ineficiência.

Ah… já existem plataformas aí no mercado que fazem isso. Se você não quiser comer bola e perder a oportunidade de sair na frente de um mercado lerdo, vai atrás que você vai se dar bem.

Compartilhe

Publicidade