Meio & Mensagem

O movimento DTC da Coca-Cola e sua nova loja em Londres

Buscar
Publicidade

Blog do Pyr

O movimento DTC da Coca-Cola e sua nova loja em Londres

DTC será o nome do jogo para a indústria de consumo nos próximos anos. Não há grande fabricante que não esteja hoje em busca de seu próprio modelo

2 de maio de 2022 - 10h32

DTC será o nome do jogo para a indústria de consumo nos próximos anos. Não há grande fabricante que não esteja hoje em busca de seu próprio modelo. A Coca-Cola não foge à tendência.

Entenda uma coisa: DTC não quer dizer só vender online ou só vender na loja. Quer dizer VENDER OMICHANNEL, só que em vez de usar o varejo como middle man, o fabricante vende direto ao consumidor. O canal, hoje múltiplo e integrado, é só o canal.

Faço esse disclaimer porque sei que tem gente que associa DTC a online e não é, ok?

Bom, isto posto, o movimento DTC da Coca-Cola vem descobrindo isso, embora esteja predominantemente calcado no online. Ainda.

Comos explicou à imprensa Michelle Moorehead, vice-presidente de licenciamento e varejo da marca, no lançamento da loja flagship da Coca-Cola em Covent Garden, Londres, semana passada: “Direct-to-consumer (DTC) é uma área em que a Coca-Cola vem investindo há algum tempo, mas principalmente em nossa capacidade online. Por exemplo, durante a pandemia, a empresa lançou o mercado de comércio eletrônico DTC, Your Coca-Cola. As ofertas físicas de DTC são mais incomuns para nós. Nossa nova loja é a primeira de seu tipo para a Coca-Cola na Europa. O lançamento se baseia na criação bem-sucedida de lojas semelhantes nos EUA”, afirmou ela.

Moorehead reconhece que “as plataformas digitais são o futuro”, alegando que a plataforma DTC da Coca-Cola tem sido “um sucesso entre os consumidores”. No entanto, o varejo físico passa a desempenhar um papel relevante na estratégia de inovação da marca.

A nova loja está ligada à plataforma da marca ‘Real Magic’, lançada em setembro de 2021. O CEO da empresa, James Quincey, disse anteriormente em outras declarações que um dos principais objetivos da plataforma é criar “as melhores experiências de marketing centradas no consumidor”.

“Ao abraçar perspectivas, momentos – e, mais importante, experiências – nossos locais de varejo e, em particular, a nova loja de Londres, nos permitem levar experiências únicas da Coca-Cola aos nossos consumidores”, acrescentou Moorehead.

A loja está focada na moda, com especial atenção ao streetwear. Os produtos disponíveis são premium, com colaborações com designers como Soho Grit, Alma de Ace, BAPE, Herschel e Staple.

Há também a chance de os consumidores se envolverem na personalização, por meio de um recurso de customização de latas da Coca-Cola. Isso vincula um aspecto digital a uma loja física, pois os consumidores usam uma tela para projetar sua própria lata.

Cada vez mais a Coca-Colas vai perceber que essa integração on/off será vital. O metaverso deve jogar seu papel aí, como de resto em todo o varejo.

Movimentos interessantes em marcha.

Publicidade

Compartilhe

Veja também