Proxxima
Meio & Mensagem

Contradição e Harmonia. A reconstrução da Internet.

Buscar

How To

Publicidade

Contradição e Harmonia. A reconstrução da Internet.

Mas para chegarmos à harmonização perfeita precisaremos dos opostos, dos contrários, dos diversos sentados frente a frente. Precisamos acreditar que será possível o equilíbrio entre personalização, privacidade e comunidade.

ProXXIma
13 de fevereiro de 2020 - 7h52

Por Cris Camargo (*)

Cristiane Camargo
Acabo de encerrar minha participação em mais um ALM (Annual Leadeship Meeting) representando o iab Brasil. Este é um dos mais importantes eventos do IAB e reúne anualmente centenas de líderes do mercado de comunicação. Acontece sempre no começo do ano e da o ritmo para a caminhada do iab.

O evento foi marcado pela irretocável abertura do Randall Rothemberg, nosso Chairman Global que, como sempre, abre espaço para inquietudes e reflexões necessárias, provocações para líderes em movimento.

Dentre tudo o que foi dito, a dança e a coexistência entre a contradição e a harmonia, foi o que mais me chamou a atenção.

Somos contraditórios quando queremos o pensamento livre e diverso, mas o quanto aceitamos o que se assemelha nós, o que reforça nossas crenças e o quanto estamos prontos para o outro que difere e chega a ofender?

Contradições do comportamento humano que se refletem no uso da tecnologia que tanto queremos e incentivamos e, ao mesmo tempo, buscamos formas de controle.

Construímos super empresas e super soluções, mas não queremos ser reféns da “matrix”. Podemos tirar os cookies, buscar consentimento, mas o ser humano por trás da máquina seguirá contraditório.

Marcas e consumidores reconhecem que o futuro está na personalização, no profundo conhecimento do seu consumidor, na oferta precisa de produtos e serviços . Mas como isto poderá acontecer sem o uso de dados?

Contradições. Incompatibilidades lógicas.

E aqui entra a peça perfeita: a harmonia.

Se para a publicidade digital os cookies não são perfeitos, se a internet não é verdadeiramente livre, se existem discussões legais sobre privacidade esta é a hora de construir. Revisar as estruturas e pensar do zero, como poderia ser.

No lugar de incentivar discursos negativos, por que não optarmos pela força da inovação, do inconformismo, da liderança?

Foi a partir da liderança do iab que surgiram iniciativas como o CBA Coalition for Better Ads em resposta aos anúncios intrusivos; a TAG em resposta as fraudes; Métricas de viewability em resposta a necessidade de transparência; o Global Alliance for Responsible Media em resposta a publicidade responsável; Framework de consentimento para a aplicação das leis de proteção de dados.

Mas para chegarmos à harmonização perfeita precisaremos dos opostos, dos contrários, dos diversos sentados frente a frente. Precisamos acreditar que será possível o equilíbrio entre personalização, privacidade e comunidade.

Para chegarmos à harmonização precisamos das vozes inconformadas de muitos e a mesma força técnica que nos trouxe até aqui.

O iab é este lugar, esta plataforma, esta voz que impulsiona, o que encoraja e harmoniza em meio às contradições. Onde realmente se CO LABORA.

Com MRC, com a TAG, com nossos mais de 200 associados, com outros 45 países.

Trabalha junto. Trabalha mesmo. Muito. Fuça, sugere, constrói, revisa e começa tudo de novo. Já está claro que não será fácil.

Mas o iab vem lembrar que toda grande mudança surge a partir do desconforto e usaremos este sentimento como combustível para a inovação.

Lançamos globalmente o projeto REARC, uma convocação global para quem quer reconstruir a Web harmonizando personalização, privacidade e comunidade.

Faremos isto juntos.

É isso que faço todos os dias desde eu estou no iab e é isso que nosso associado declara estando junto com a gente.

Se você ainda não está participando destas discussões, se ainda não percebeu o impacto que isto tem em sua empresa, faça parte do iab.

Eu e toda a equipe do iab esperamos por você.

https://www.iab.com/news/iab-introduces-project-rearc/

(*) Cris Camargo é CEO do IAB

Compartilhe

Publicidade