Proxxima
Meio & Mensagem

Rocket Lab chega ao Brasil

Buscar

How To

Publicidade

Rocket Lab chega ao Brasil

O Brasil é um mercado muito específico, que possui outra cultura, outro idioma e em que as pessoas têm outra maneira de interagir.

ProXXIma
7 de maio de 2020 - 7h44

Em Abril, a Rocket Lab, empresa especializada em marketing de aplicativos móveis, desembarcou no Brasil. A empresa oferece aos profissionais de marketing soluções e estratégias que lhes permitem atrair mais usuários para seus aplicativos. Esse é o quinto escritório da empresa, que também opera na Espanha, México, Colômbia e Argentina, e é liderado por Carolina Zaccaro (foto), que agora assume o cargo de Managing Director Brasil na Rocket Lab.

Zaccaro declara: “A Rocket Lab chega ao Brasil por duas razões: uma é que notamos que o mundo dos aplicativos móveis está crescendo globalmente e, é claro, também no Brasil; a segunda é que o Brasil é um mercado muito específico, que possui outra cultura, outro idioma e em que as pessoas têm outra maneira de interagir. Percebemos que os grandes fornecedores que tinham boa tecnologia eram realmente de fora e vimos algo que não era compatível: uma região com pessoas que precisam de fornecedores culturalmente próximos e de serviço premium localizados em um fuso horário +6.  Então decidimos desenvolver uma tecnologia digna das regiões mais desenvolvidas do mundo, porém com o serviço do que o Brasil exige e necessita “.

Ao longo do ano, a Rocket Lab apresentou sua MartTech “Space”, uma plataforma que permite que os Apps trabalhem de maneira mais eficiência com publicidade e resultados transparentes. Ao contrário de uma DSP (demand side platform – compra de mídia programática) na qual o business model é por impressões e as otimizações são feitos pelo anunciante, com  Space, os aplicativos podem cobrir todo inventário de anúncios além de Facebook e Google, ao mesmo tempo em que o gerenciamento das campanhas são realizados pela equipe de atendimento ao cliente.

“Existe uma tendência recorrente na qual um aplicativo nasce com uma ótima ideia, mas muitas vezes eles não têm as ferramentas para crescer a base de  usuários. Além da tecnologia de ponta que desenvolvemos, fornecemos serviços locais e temos esse know-how graças à nossa experiência anterior”, analisa Zaccaro.

O grande desafio em termos de aquisição de usuários está relacionado à retenção de usuários, um ponto em que Carolina Zaccaro afirmou: “Acreditamos que, com uma combinação de tecnologia, proximidade e experiência, podemos ajudar qualquer aplicativo a adquirir usuários e mantê-los. Existem muitas estratégias que podem ser usadas para gerar engajamento e para o usuário usar o aplicativo e permanecer mais engajado. ”

Com relação ao principal desafio que a Rocket Lab enfrenta, Carolina Zaccaro considerou que isso tem a ver com a evangelização do mercado e, nesse sentido, explicou: “O desafio é fazer com que os clientes entendam quais são as melhores práticas. Para nós, como fornecedores, é importante abordar os clientes e é por isso que constantemente os convidamos para eventos, para que eles conheçam pessoas como elas que possam agregar valor. Temos uma comunidade móvel na América Latina, chamada App Stars, na qual os profissionais de marketing em crescimento sentem-se à vontade para conversar e compartilhar conhecimentos para fazer tudo de maneira mais eficiente possível. ”

Por fim, Carolina Zaccaro, Managing Director Brasil da Rocket Lab, sinalizou as metas da empresa para o próximo ano. “Acreditamos que um estágio de crescimento muito forte está chegando, a empresa nasceu há 7 meses e já possui 5 escritórios, com mais de 50 clientes. Nossa idéia é conquistar a América Latina na primeira etapa, em breve queremos ampliar a operação na Espanha. O plano é 2021, com a presença da Rocket Lab na Ásia, Israel e Oriente Médio. Temos uma ideia para expandir, mas nosso foco inicial é a América Latina, porque acreditamos que o mercado móvel agora está crescendo. É ambicioso, mas estamos certo de que vai acontecer porque temos tudo o que precisamos para conseguir isso “, concluiu.

 

 

Compartilhe

  • Temas

  • aplicativos

  • mobile

Publicidade