Proxxima
Meio & Mensagem

Capturar dados inconscientes do consumidor já é uma realidade acessível às empresas brasileiras  

Buscar

Notícias

Publicidade

Capturar dados inconscientes do consumidor já é uma realidade acessível às empresas brasileiras  

O projeto Brain4Businessr®, idealizado por dois mestres brasileiros em Neuromarketing, consiste em tornar acessível a obtenção de dados inconscientes para a tomada de decisão nos negócios. A iniciativa será apresentada em evento no México em abril.

ProXXIma
12 de abril de 2017 - 15h18

Por Antony Moreira e Daniel Piardi (*)

Estudos comprovam que o ser humano toma decisões em 90% das vezes de maneira inconsciente. Não é à toa, portanto, que o marketing tem flertado com a neurociência em diversas partes do mundo, na busca por captar informações valiosas dos consumidores e transformá-las em pontos de análise antes não considerados na gestão dos negócios.

Para serem aliados desse processo e principalmente torná-lo acessível financeiramente às empresas brasileiras, dois mestres em Neuromarketing, o capixaba Antony Moreira e o gaúcho Daniel Piardi, idealizaram o projeto Brain4Business®, que consiste em um modelo para utilização das métricas da neurociência de maneira mais simples. “Significa entender o que ocorre quando geramos estímulos em consumidores. Antes isso só era possível em grandes laboratórios, limitados a 3 ou 4 no Brasil e com pesquisas de custos altíssimos”, esclarece Antony.

Com o uso de laboratórios instalados no Espírito Santo e em Caxias do Sul e em parceria com uma startup de software da Califórnia (Estados Unidos), foi possível realizar pesquisas de reconhecimento das emoções por microexpressões faciais, impulsos elétricos cerebrais (EEG), e rastreamento ocular (eye tracking) a partir de um estímulo, utilizando ferramentas que possuem custos totalmente viáveis.  “A proposta é que as empresas possam ter seus próprios dispositivos integrados a um software que funciona on-line e sob demanda. Isso é democratizar a prática da verdade para uma ciência que até então estava focada em grandes volumes teóricos”, explica Daniel.

Simplificadamente, a tecnologia permite fazer testes individuais para saber quais as respostas inconscientes a diversas situações. “Com isso é possível aprimorar anúncios, filmes, embalagens, usabilidade de sites, e-commerces, reações a aromas, cores e sons, etc., aprofundando os estudos sobre o experiência do usuário com essas peças de comunicação”, comenta Antony.

As possibilidades não param por aí. Os coachs podem utilizar o laboratório para buscar os caminhos de condução do processo do seu coachee, com estímulos que integram o plano de sucesso definido no início do projeto. “Eles terão as pistas mais verdadeiras: as inconscientes, e poderão criar formas de análise e cruzamento de informações conforme sua necessidade, com emissão de relatórios”, indica Daniel.

As universidades também terão ganhos significativos com esse conjunto, pois elas poderão comprar equipamentos e sistemas para que seus alunos entendam na prática as reais métricas utilizadas pela neurociência aplicada, algo que foge completamente do modelo atual de ensino da disciplina.

O projeto Brain4Business®, além de oferecer o serviço de testes em si e a venda dos laboratórios, também tem foco no treinamento e na certificação de outros profissionais no uso da tecnologia e do conhecimento. É baseado na tríade Entender > Aprender > Praticar.

Evento no México

O projeto Brain4Business® será exposto em uma rodada de negociações pelos seus idealizadores, Antony Moreira e Daniel Piardi, na próxima EsomarLive Latin America 2017, na Cidade do México, entre os dias 5 e 7 de abril. O evento é promovido pela Esomar (Associação Mundial de Profissionais da Pesquisa).

O tema geral deste ano é Insights, Inteligência e Inovação, e a dupla brasileira falará sobre “Entender, aprender e praticar neuromarketing não é tão caro quanto você pensa!”. O objetivo é apresentar o laboratório e o modelo desenvolvido ao público participante, composto por executivos de marketing e comercial de grandes companhias globais como Ambev, Avon, Coca-Cola, Pepsico, Unilever, Sony, HBO, Mondelez, Ibope, TV Globo, Fox, entre outras.

O foco é discutir o futuro do neuromarketing, tendências, inteligência artificial, comunicação eficaz de marca, tomada de decisão do consumidor, mídias sociais e abordagens revolucionárias.

Quem são Antony Moreira e Daniel Piardi

Antony Moreira é profissional de Comunicação e Marketing há mais de 15 anos com atuação e clientes em todo o Brasil. Daniel Piardi é empreendedor e profissional da área de relacionamento com empresas de uma instituição financeira em Caxias do Sul. São mestres em Neuromarketing, formados em 2015 na primeira turma com oito integrantes da FC University, na Flórida, Estados Unidos, um projeto que integra a neurociência às aplicações mercadológicas.

Compartilhe

Publicidade