Proxxima
Meio & Mensagem

Impulso mobile fará do Brasil o maior mercado de publicidade digital na América Latina

Buscar

Notícias

Publicidade

Impulso mobile fará do Brasil o maior mercado de publicidade digital na América Latina

Segundo estudo do eMarketer ‘Latin American Ad Spending 2019’, baseado em dados da Logan, em 2019, o gasto com publicidade na região crescerá 14,1%

ProXXIma
11 de abril de 2019 - 8h39

Em 2019, o crescimento previsto no investimento em publicidade digital na região latinoamericana alcançará um valor de aproximadamente 9,17 bilhões de dólares, é o que aponta os últimos dados da pesquisa do eMarketer ‘Latin American Ad Spending 2019’, que tem a Logan, agência líder no desenvolvimento de estratégias de marketing mobile na América Latina, com uma das principais fontes de informação. Segundo o eMarketer, a tendência é que quase um terço dos gastos com mídia sejam convertidos em investimentos para plataformas digitais.

Apesar dessa evolução, a publicidade na América Latina ainda é inferior à média mundial, visto que cada vez mais as pessoas se conectam por dispositivos móveis, levando as marcas à recorrem para estratégias digitais, com o objetivo de conhecerem melhor seus potenciais consumidores. A inversão para investimentos em estrutura digital se dá devido à melhora no acesso à internet móvel, com planos de telefonia mais baratos e o aumento expressivo de vendas de smartphones – todos esses fatores levam ao crescimento da publicidade mobile na região, cujos gastos devem representar 62,7% dos investimentos digitais.

O Brasil será o maior mercado de anúncios mobile na América Latina, com mais da metade (50,7%) dos gastos regionais, seguido do México (17,7%) e Argentina (4,2%).

“Apesar da crise econômica impactar e muito em vários países, o digital segue crescendo. Isso acontece porque o custo para atingir os consumidores de plataformas digitais ainda é mais barato em relação à mídia tradicional. Assim, os investimentos que antes eram destinados aos anúncios de televisão, passaram para os canais digitais e, principalmente para mobile”, explica Juan Carlos Göldy, CEO e Cofundador da Logan.

Além disso, os investimentos do país no digital ajudou neste crescimento significativo para o mercado brasileiro nos últimos anos, impulsionado principalmente pelo uso das redes sociais (54,4%), seguido pela audiência de vídeo (51,4%). Assim, o país continuará a ser o maior mercado digital de anúncios na América Latina com mais de metade (53,7%) de todos os dólares em publicidade digital gastos na região este ano.

“A crise está fazendo com que os anunciantes no Brasil como demais países da América Latina vejam mais além das métricas básicas de saber quantas pessoas viram o anúncio. Atualmente, o objetivo é analisar exatamente quantas pessoas foram alcançadas, convertidas e conduzidas até o centro de nossa estratégia publicitária, ou seja, o ponto de venda em si”, completou Göldy da Logan.

Seguindo o levantamento a expectativa é que até 2023 sejam gastos cerca de 5 bilhões de dólares em mídia mobile e o total de ad spending passe dos atuais 64,1% para 82,1%

“Independentemente dos ambientes macroeconômicos e políticos, a publicidade digital está crescendo muito mais porque os anunciantes estão percebendo a eficiência dela como um veículo para se conectar com os seus públicos de uma maneira mais direta — especialmente nos dispositivos móveis”, comenta Francesco Simeone, Diretor Geral da Logan no Brasil.

Embora o cenário pareça limitado devido ao contexto econômico, o segmento de marketing digital segue crescendo, junto com os objetivos de negócio e alocação efetiva de recursos, visto que o digital é prioridade para os gastos com meios de comunicação em 2019.

 

Compartilhe

  • Temas

  • FRANCESCO SIMEONE

  • eMarketer

  • Logan

  • Publicidade

  • Mobile

  • Celular

  • advertising

Publicidade