Meio & Mensagem

Exposição Hashtags da Arte leva linguagem do celular para o Museu Nacional de Belas Artes

Buscar
Publicidade

Notícias

Exposição Hashtags da Arte leva linguagem do celular para o Museu Nacional de Belas Artes

Projeto da agência NBS usa hashtags de forma leve e bem-humorada em obras de arte, para atrair geração que já nasceu conectada

ProXXIma
30 de abril de 2019 - 13h52

 

O brasileiro é um dos campeões em tempo conectado à internet. Ao mesmo tempo, é um dos povos que menos frequenta exposições de arte: apenas 7,5% da população tem como hábito visitar museus. Como então tornar as obras atrativas para esta população que vive com os olhos presos à tela do celular? E se os museus se utilizassem da mesma narrativa tão popular entre os usuários das redes sociais?

 

Assim nasceu o projeto “Hashtags da Arte”, uma criação da agência NBS para o Museu Nacional de Belas Artes. O projeto se apropria das hashtags, muito utilizadas nas redes sociais, para contextualizar e mesmo sintetizar o enredo de uma imagem, descrevendo as peças expostas no museu de forma leve, divertida e mais próxima de uma geração que já nasceu conectada. Desta maneira, uma peça de 1817 que mostra o Dom João VI posando com seu traje bordado a ouro, ganhou as hashtags #lookdodia, #reidocamarote, #ostentação, entre outras.

A linguagem da exposição também foi explorada no Instagram do Museu Nacional de Belas Artes: https://www.instagram.com/mnbario/

O ‘Hashtags da Arte’ quer propor um jeito diferente, leve, divertido e contemporâneo de tornar a arte mais próxima das pessoas, com a apropriação de uma linguagem que elas já usam” explica André Lima, VP de Criação e CO-CEO da NBS.

 

 

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também