Proxxima
Meio & Mensagem

Pluginbot, plataforma de integração de robôs, traz Pepper, NAO e Cruzr ao Brasil

Buscar

Notícias

Publicidade

Pluginbot, plataforma de integração de robôs, traz Pepper, NAO e Cruzr ao Brasil

A Pepper, robô que você viu no ProXXIma, foi trazido ao Brasil pela Pluginbot. Sua tecnologia é capaz de programar diferentes modelos de robôs para atuar em hospitalidade, educação, saúde, segurança e varejo

ProXXIma
21 de maio de 2019 - 6h31


Uma plataforma de gestão de inteligência artificial que programa robôs para atenderem as pessoas no restaurante ou para levá-las até seus quartos de hotel durante o check-in. Essas são algumas das propostas da Pluginbot, a primeira startup da América Latina a integrar chatbots, robôs e humanoides em uma plataforma multicanal com o uso de tecnologia cognitiva. A empresa traz ao Brasil os robôs dos modelos Pepper, NAO, Double, Sanbot, Segway-loomo e Cruzr, criando soluções que unem robôs e Inteligência Artificial para os mercados de hospitalidade, educação, saúde, segurança e varejo.

 

A startup brasileira desenvolveu uma plataforma que irá facilitar o uso de Inteligência Artificial pelas empresas, além de permitir a integração de chatbots e robôs físicos a uma única base de conhecimento cognitiva, de forma simples e rápida. Os robôs e as pessoas terão acesso às mesmas informações no atendimento humano e online, através de chatbots ou em loja física, com o uso de robôs humanoides – aqueles que possuem aparência humana.

 

Alvaro Manzione, Co-Fundador e Especialista em Fisital da Pluginbot, explica que a startup tem como objetivo ampliar e incentivar o uso de robôs no país para executarem tarefas de forma autônoma, como atendimento ao cliente e atividades ligadas aos cuidados com a saúde e hospitalidade. “A ideia é automatizar os processos de negócios e proporcionar experiências incríveis e multicanais para os usuários, através de robôs físicos ou virtuais. Saímos da era da satisfação da experiencia, onde é possível colocar os clientes no centro da experiencia com as marcas e reduzir os custos operacionais destas empresas”, comenta Manzione.

 

Tecnologia em ação

 

A inteligência da Pluginbot é dividida entre os próprios robôs, com a sua gestão, telemetria e geolocalização. Para isso, a plataforma de SaaS (software como serviço) utiliza a AI-pedia – uma enciclopédia de Inteligência Artificial – e sua base de conhecimento cognitiva para a gestão e treinamento das interações; Plugins,  que são aplicações para diferentes interações como e-concierge e cardápio digital, atendimento ao cliente no ponto de venda, autenticação de acesso, IoT e SmartRoom; além de Insights e Data Analytics, que são todas as informações geradas pelos robôs e que ficam armazenadas na plataforma, podendo ser utilizadas para aperfeiçoar os negócios.

 

“As grandes empresas estão atentas aos avanços tecnológicos e sabem que os clientes estão cada vez mais exigentes e querem maior agilidade e inteligência em questões como atendimento e segurança. A chegada dos robôs é positiva para estes mercados e abre uma nova perspectiva para a geração de empregos. Para cada robô utilizado são gerados três novos empregos”, explica Manzione.

 

Os modelos de robôs que a Pluginbot traz ao Brasil são:

 

Pepper (Softbank / Aldebaran Robotics): otimizado para interação com seres humanos em português, o Pepper possui reconhecimento facial e reconhecimento de emoções humanas, além de sensores de toque, LEDs e microfones. É equipado com módulos de percepção para reconhecer e interagir com as pessoas.

 

NAO (Softbank / Aldebaran Robotics): é utilizado para recepcionar, informar e interagir em português, totalmente programável com gestão de conteúdo. Possui quatro microfones direcionais para interação com humanos, reconhece vinte idiomas diferentes e possui plataforma totalmente programável. Ao todo, são sete sensores de toque localizados na cabeça, mãos e pés.

 

Cruzr (Ubitech): o Cruiser é um robô humanoide inteligente que utiliza tecnologia U-SLAM com posicionamento em tempo real para evitar obstáculos. Possui braços móveis que transmitem uma rica linguagem corporal e modo de interação multimodal que une visão, ação, voz e texto, além de tecnologia de reconhecimento facial.

 

Double (Double Robotics): o Double possui controle de estabilidade para uma transmissão de imagem de alta qualidade, além de câmeras que dão uma visibilidade de 150 graus. O robô usa o mecanismo de telepresença para quem não pode comparecer em pessoa em determinado lugar e ferramenta que possibilita o seu usuário andar 80% mais rápido que a sua velocidade convencional.

 

Sanbot (Qihan): robô que possui display de alta definição, controle touch de alta precisão e junção de um design ergonômico com a mais atual tecnologia. São mais de 60 sensores que permitem uma percepção dinâmica do ambiente.

 

Segway-loomo (Segway Robotics): equipado com a STecnologia Intel RealSense, o Loomo é o robô do futuro que consegue acompanhar o seu usuário de forma autônoma, além de filmar vídeos com sua própria câmera. É adaptável em diferentes terrenos, proporcionando firmeza e segurança para as pessoas.

 

O início da história

 

A ideia da Pluginbot surgiu há cinco anos, quando Alvaro Manzione participou de um desafio lançado pela IBM com o objetivo de introduzir a plataforma Watson como camada de Inteligência Artificial do robô NAO, trazendo a possibilidade de desenvolver aplicações e ampliar as interações entre homem e máquina. Após o sucesso do projeto, em 2016, Alvaro conheceu Melina Yasuda, atual CEO da startup, que investiu na criação da empresa. Juntos fundaram a primeira plataforma SaaS para gestão de múltiplos robôs e plug-ins, com o propósito de ser uma empresa global e a missão de criar o mercado de IA e robotização na América Latina.

 

Recentemente, Gil Giardelli se uniu à empresa como sócio, atuando na expansão de novos negócios, comunicação e parcerias.

 

Compartilhe

  • Temas

  • Gil Giardelli

  • PLUGINBOT

  • inteligência artificial

  • robôs

  • Robótica

Publicidade