Proxxima
Meio & Mensagem

ABRADI se posiciona sobre fake news e a responsabilidade da publicidade digital

Buscar

Notícias

Publicidade

ABRADI se posiciona sobre fake news e a responsabilidade da publicidade digital

Acreditamos que a excelência da publicidade digital brasileira, com a eliminação do financiamento de sites impróprios a partir da venda de espaço publicitário, é responsabilidade de todo nosso ecossistema: anunciantes, agentes digitais e veículos de mídia.

Pyr Marcondes
8 de junho de 2020 - 8h04

A ABRADi – Associação Brasileira dos Agentes Digitais tem acompanhado a intensificação do debate a respeito da veiculação de publicidade em sites responsáveis pela propagação de fake news ou de conteúdos inadequados, e seu potencial impacto negativo na reputação das marcas anunciantes e mais amplamente na sociedade.

Acreditamos que a excelência da publicidade digital brasileira, com a eliminação do financiamento de sites impróprios a partir da venda de espaço publicitário, é responsabilidade de todo nosso ecossistema: anunciantes, agentes digitais e veículos de mídia. Por isso estamos em constante busca por melhores práticas, incentivando comportamentos e processos que evitem danos às marcas, ao mesmo tempo em que colaboram para um ambiente digital transparente e sustentável.

Nesse contexto, cabe a nós, agentes digitais, fornecer apoio técnico e operacional para que os anunciantes tenham condições de impedir a vinculação de suas marcas a conteúdos inapropriados, respeitando-se três pontos fundamentais:

  1. Apresentar de forma transparente os cuidados na contratação de mídia programática – onde não se definem os veículos e sim o perfil da audiência – deixando claro os cuidados necessários neste tipo de mídia para evitar a veiculação em sites indesejados;
  2. Recomendar a criação de uma lista de sites onde a empresa não deseja veicular seus anúncios, incluindo sites que reconhecidamente promovem conteúdo indevido, e assegurar a atualização sistemática dessa lista sempre que novos veículos inapropriados sejam identificados;
  3. Fornecer relatórios com a relação dos sites em que a campanha foi veiculada, periodicamente, criando meios para que o anunciante tenha conhecimento do ambiente em que sua marca está sendo exposta.

 

É importante salientar a importância da contratação de agentes digitais especializados em mídia programática, fornecedores capazes de desenvolver estratégias de mídia efetivas no atingimento de seus objetivos comerciais e, ao mesmo tempo, seguras, oferecendo os cuidados técnicos necessários para impedir que as marcas sejam relacionadas a conteúdos indesejados, promovendo, mesmo que indiretamente, iniciativas relacionadas à disseminação de conteúdos indevidos.

 

A ABRADi é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que é uma referência no meio digital nacionalmente e trabalha pela ética e regulamentação do mercado junto ao Governo. A ABRADi apoia liberdade de expressão, neutralidade da rede, privacidade e salvaguarda de dados, regulamentados tanto pela Lei do Marco Civil da Internet (Lei N° 12.965/14) quanto pela Lei Geral de Proteção de Dados (Lei N° 53/2016). A entidade representa cerca de 600 empresas associadas e possui 11 regionais, sendo elas 10 para os estados GO, MS, PB, PR, RJ, RN, RS, SC, SP e o DF, e uma regional para a Região Norte como um todo. A entidade atua ativamente no compromisso da ética do meio e em prol da regulamentação da Lei Geral de Privacidade de Dados (LGPD). Recentemente lançou uma Cartilha de LGPD e a Certificação ABRADi -Bureau Veritas para empresas que querem estar em compliance. Mais informações pelo site www.abradi.com.br

Compartilhe

Publicidade