Proxxima
Meio & Mensagem

Startup de “Honest Market” oferece stands de autoatendimento com menu customizável

Buscar

Notícias

Publicidade

Startup de “Honest Market” oferece stands de autoatendimento com menu customizável

Smart Break já implementou mais de 70 stands de "Honest Market", oferecendo stands de autoatendimento com menu customizável para empresas e condomínios

ProXXIma
7 de agosto de 2020 - 11h15

 

Uma das pioneiras no mercado de autoatendimento no auto-serviço, a Smart Break já implementou mais de 70 stands de fornecimento de alimentos em empresas e condomínios, também chamados de Honest Markets – trata-se de mini lojas de conveniência que funcionam com autoatendimento e sem a necessidade de funcionário, baseando-se apenas na confiança: o cliente retira do stand o que deseja consumir, e ele mesmo é quem faz o pagamento do que retirou através de um tablet. A startup acompanha uma tendência mundial que traz o consumo para espaços cada vez menores (como a migração de consumo de hipermercados para o conceito de mercado-minuto). O menu é totalmente personalizável, composto por mais de 180 artigos como bebidas (alcóolicas e não-alcóolicas), sucos naturais feitos no dia, frutas, refeições, saladas, sanduíches, sorvetes, doces em geral e muitos outros snacks – e uma das preocupações da empresa é sempre apresentar novidades.  A Smart Break toma conta de toda a dinâmica: instala e abastece por conta própria, controlando o estoque, necessidade de reposição e validade de produtos por meio de sistemas e auditorias. A empresa que contrata este serviço não tem custo e não é exigido faturamento mínimo, devendo apenas disponibilizar o ponto. Atualmente são 17 mil pessoas atendidas por esse sistema em empresas como Edelman, Ambev, Vix, Michael Page e Gympass, e com a projeção de instalar mais 500 pontos até 2022.

Antes com foco em empresas, mas com uma nova realidade batendo à porta, a Smart Break passou a atender também a demanda de prédios e condomínios, que buscam trazer comodidade aos seus moradores. Os mini-markets podem ser em diversos formatos, do tamanho que o cliente desejar e com base no número de pessoas que serão atendidas. São diversas vantagens, além da praticidade oferecida ao consumidor: ” Nosso mix de produtos é maior, com uma compra mais acessível e com preços mais honestos, pois a estrutura também é mais em conta” explica Rodrigo Colás, um dos sócios da startup e que usou sua experiência em logística e compras para fundar a Smart Break. Trabalhando em multinacionais é que o sócio teve a ideia de empreender no ramo: “Eu mesmo tinha muita dificuldade em encontrar opções de lanche práticas e do meu gosto após as 18h no meu trabalho. Em uma viagem de visita a uma filial da empresa, vi algo parecido com um Honest Market funcionando e aquilo me deu um estalo. Começamos a aprimorar e a elaborar a ideia, e assim nasceu a Smart Break”, explica. Um dos destaques deste tipo de mini-market é a possibilidade de customização para cada cliente, desde o tamanho do stand, mix de produtos e serviços. “Com a instalação de stands em condomínios, nosso menu passou a ter uma oferta maior, incluindo itens de mercearia, vinhos e cervejas, por exemplo. Para os clientes que desejam ter bebidas alcoólicas, é possível colocar uma trava para consumo exclusivo de maiores de 18 anos” explica Ana Bete Colás, sócia de Rodrigo e administradora de empresas com foco em marketing, consultoria para franquias e coaching.

 

 

 

Compartilhe

Publicidade