Proxxima
Meio & Mensagem

O papel dos dados no conteúdo e nos negócios

Buscar

Notícias

Publicidade

O papel dos dados no conteúdo e nos negócios

Camila Costa, CEO da iD\TBWA e Felipe Simi, head of creativity data da Soko, falam sobre o impacto da tecnologia na dinâmica das agências e na produção de conteúdo

Luiz Gustavo Pacete
27 de outubro de 2020 - 8h00

Conteúdo e criatividade orientados a dados. Mais uma vez, o tema aparece em discussão. Os dados complementam a criatividade? Eles impulsionam a produção de conteúdo? Esses pontos serão abordados por Camila Costa, CEO da iD\TBWA e Felipe Simi, head of creativity data da Soko no ProXXIma que fala, respectivamente, pelas trilhas de Agência e Mídia e Conteúdo, mas foram adiantados, em parte nesse segundo episódio do Pocast ProXXIma.

Para Camila Costa, os dados mudaram a forma de se fazer comunicação. “A pandemia traz um contexto que nos desafiou a olhar para dados de forma diferente. Não digo na metodologia ou nas ferramentas, mas talvez em relação às fontes desses dados. A gente passou a entender os dados de forma muito diferente e o mais desafiador é que os algoritmos também estão surtados. Ou seja, muitas pessoas mudaram o comportamento durante a pandemia e isso, naturalmente alterou nossa forma de interpretá-los”

Já Felipe Simi entende que os dados são insumos fundamentais para conectar audiências e marcas da melhor forma possível. “Os dados combinados nos dão pistas de onde determinada história pode reverberar melhor. Essas ferramentas influenciam na formaçao das ideias e determinam o retorno e os impactos orgânicos de cada marca. A união dessas disciplinas, então, nos orientam em toda a jornada.”

Compartilhe

Publicidade