Proxxima
Meio & Mensagem

O marketing de conteúdo é o caminho da diferenciação?

Buscar

Notícias

Publicidade

O marketing de conteúdo é o caminho da diferenciação?

Diego Gomes, CEO da Rock Content, traz à tona a relevância de criar, publicar e promover conteúdos personalizados

Victória Navarro
13 de novembro de 2020 - 8h08

 

Diego Gomes, CEO da Rock Content (crédito: divulgação)

O marketing de conteúdo é capaz de atrair, envolver e gerar valor. Marcas que ainda não perceberam a importância de construir conteúdo relevante estão perdendo espaço no dia a dia de consumidores. Para Diego Gomes, CEO da Rock Content, a tendência é que o mercado seja composto por líderes de marketing que pensam, cada vez mais, como publishers. E, mais do que isso, o setor de comunicação busca profissionais que saibam mensurar, cuidar da experiência e trazer interatividade em relação a tudo que é entregue ao público-alvo. Ao ProXXIma, Diego detalha os avanços tecnológicos em relação ao processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados para seu cliente e aponta como escalar resultados.

Marketing de conteúdo
O consumidor, há muito tempo, já mudou seu comportamento e relacionamento com as marcas. Cerca de 84% dos consumidores já reportaram que esperam conteúdos de qualidade e com capacidade de entreter por parte das marcas. O conteúdo tornou-se uma peça-chave na jornada de compra, seja B2C ou B2B. Os consumidores passam, praticamente, 25% do seu dia consumindo conteúdo online. Criamos a Rock Content, pois acreditamos que as marcas precisam se tornar publishers para sobreviver. Verba de mídia para anunciar em TV, Facebook e Google deixaram de ser diferenciais competitivos. O CMO do passado ainda se vê como anunciante, mas a nova geração entende que o marketing de conteúdo é o caminho necessário para ter diferenciação competitiva. O novo CMO pensa como publisher e vê o conteúdo como sua peça mais importante para entregar experiências memoráveis para o cliente. É, aqui, que o marketing de conteúdo entra, casando as expectativas do consumidor em relação ao conteúdo com as necessidades estratégicas das marcas para sobreviverem e escalarem seus negócios.  

“A nova geração entende que o marketing de conteúdo é o caminho necessário para ter diferenciação competitiva”

Quais foram os avanços tecnológicos
Cada vez mais, vemos a tecnologia como um acelerador de resultados para as marcas que se tornaram publishers. Mais do que apenas produzir conteúdo, é preciso mensurar, cuidar da experiência, trazer interatividade. Na Rock Content, temos um time de mais de cem developers, focado em ouvir o profissional de marketing, entender suas dores e desafios e entender como a tecnologia pode levá-los lá. Hoje, oferecemos uma experiência completa de marketing de conteúdo para nossos clientes. Com o Studio, conseguimos usar a tecnologia para estimular a colaboração entre equipes e otimizar todo o processo da produção de conteúdo. Com o Visually, conseguimos conectar as marcas com uma rede de profissionais autônomos e talentosos que os ajudarão a escalar e a produzir. Com o Stage, oferecemos templates otimizados e, com o Ion, criamos experiências de conteúdo interativas, que já é uma tendência gigante em outros países pelos resultados que costuma trazer e que agora estamos também oferecendo para as marcas brasileiras.

Conteúdo, diferente da publicidade tradicional, é uma construção de longo prazo

Como criar conteúdo em escala
É preciso ter um time especializado, objetivos claros e compromisso de longo prazo. Conteúdo, diferente da publicidade tradicional, é uma construção de longo prazo. Por isso que a marca precisa se educar, formar a equipe e definir o que é sucesso para ela. Não basta produzir conteúdo sem uma visão estratégica e completa de como o conteúdo vai ajudar seu negócio a crescer. Outro ponto crítico é escolher um parceiro experiente que possa ajudá-la a chegar lá. Especialmente nas grandes empresas, essa mudança de paradigma acaba levando mais tempo e escolher o parceiro certo, que conta com a tecnologia e o expertise necessários, é essencial. Grandes marcas como RedBull, Salesforce, General Electric e muitas outras já entenderam a importância disso e hoje são produtores de experiências de conteúdo.

*Crédito da imagem no topo: Qualcomm Snapdragon/Pexels

Compartilhe

Publicidade