Proxxima
Meio & Mensagem

SEO tem papel fundamental na estratégia de marketing das marcas

Buscar

Notícias

Publicidade

SEO tem papel fundamental na estratégia de marketing das marcas

Autoridade de marca, aumento de leads, maior tráfego para o site, retorno contínuo e crescimento de ROI estão entre os benefícios da estratégia

Victória Navarro
29 de abril de 2021 - 6h00

Uma vez que, em ferramentas de busca, apenas 5,6% dos cliques vão além da primeira página de resultados – segundo dados fornecidos pela organização educacional Udacity –, o conjunto de estratégias Search Engine Optimization (SEO) assume um papel importante no planejamento das marcas que é o de potencializar e melhorar o posicionamento de sites e conteúdo entre os clientes.

 

Segunda a Udacity, em ferramentas de busca, apenas 5,6% dos cliques vão além da primeira página de resultados (Crédito: Vlada Karpovich/Pexels)

Conhecimento de marca
Ao construir conteúdo para o SEO, é importante pensar se a informação da página satisfaz as necessidades de quem a procura. A experiência do usuário e o resultado da busca devem andar de mãos dadas. Um bom conteúdo é construído a partir de palavras-chave – são os termos exatos que são preenchidos, no mecanismo de busca, pelos seus clientes em potencial.

As ferramentas de procura, como o Google, leem, copiam e exibem a informação com base nessas palavras. Quando se faz uma pesquisa na ferramenta, não se está de fato pesquisando na rede, e sim no index que a plataforma faz da rede. Isso é realizado via spiders, programas que selecionam páginas hospedadas na internet, seguem os links e, assim, apresentam as páginas a quem pesquisou.

De acordo com Matheus Bernardo, especialista em SEO da agência de marketing digital Hubify, o conjunto de estratégias Search Engine Optimization permite que as pessoas ganhem conhecimento sobre diversas marcas. “Quando aplicamos técnicas de otimizações de SEO e seguimos as diretrizes do Google, estamos fazendo com que determinado site seja visto com bons olhos perante o buscador e, assim, ganhe destaque em relação aos concorrentes”, explica. Para Alex Pinhol, CEO da Webfoco, agência de marketing digital, a estratégia encaixa-se em todas as etapas do funil de marketing: o alcance, a consideração e a aquisição.

Os termos com grande número de busca, chamados de palavras-chave head tail – que tendem a ser genéricas e a conterem de duas a três palavras –, atraem um grande volume de cliques, por serem populares. Outro conjunto de palavras é o long tail – de três ou quatro –, que são mais exclusivas e específicas.

Segundo Alex, nos últimos anos, o nível de importância dado pelos profissionais de marketing ao Search Engine Optimization aumentou, principalmente, por conta do alto investimento necessário para colocar no ar mídia paga. “Com um mundo cada vez mais conectado, o SEO passou a ser uma das estratégias mais importantes dentro do marketing digital. Por se tratar de uma prática que aumenta a quantidade e qualidade de acessos para os sites, as empresas têm buscado colocar em prática essa estratégia para aumentarem suas vendas”, adiciona Isabela Pinhol, coordenadora de SEO da Webfoco.

Além disso, afirma Matheus, o avanço da internet e da tecnologia fizeram com que os buscadores se tornassem a principal ferramenta de pesquisa de informações, produtos e serviços dos consumidores. “O mercado está superaquecido. E muitas empresas estão investindo bastante nesses profissionais e nessa área. Isso porque as empresas sabem que o SEO tem a capacidade de gerar tráfego qualificado, de modo constante e por um baixo investimento”. Entretanto, por ser um trabalho relativamente novo, diz Agnes Hehn, coordenadora de customer success da Webfoco, é bem difícil encontrar profissionais que atuem com o SEO: “Por isso, a maioria das empresas recorrem a agências especializadas no assunto”.

Aplicação no marketing
Antigamente, quando se falava em técnicas e estratégias de SEO, o único objetivo era agradar aos robôs de indexação, independentemente se a experiência do usuário seria prejudicada ou não. Hoje, isso mudou. “O algoritmo do Google está extremamente avançado, de tal modo que o objetivo é entregar aos usuários o melhor resultado possível, com base na intenção de busca desse usuário”, explica o profissional da Hubify. Uma boa estratégia de Search Engine Optimization é focada nos clientes que a marca quer alcançar, em como responder às dúvidas e desejos dessas pessoas e proporcionar aos consumidores a melhor experiência de navegação.

Isso começa com uma pesquisa aprofundada de palavras-chave, ou seja, é preciso analisar quais são os termos mais buscados pelas pessoas relacionadas ao mercado do anunciante. “Após fazer esse levantamento dos termos mais relevantes, é crucial separar as páginas do seu site. Depois, definir quais serão os termos principais e os termos secundários que a marca quer ranquear para cada página. E, a partir daí, realizar as otimizações em cada uma delas”, complementa Matheus.

Porém, o profissional da Hubify destaca que SEO também é teste e, principalmente, mensuração de resultados: “Se não tiver metas e KPIs bem definidas, de nada adianta colocar em prática essas estratégias. Tendo isso em mente, é fundamental fazer o acompanhamento dos dados do site, por meio do Google Analytics e do Google Search Console”. Nessas ferramentas, pode-se ver, por exemplo, se o número de acessos aumentou, se o site tem algum problema de indexação que impeça os robôs do Google de acessá-lo e se o tempo de permanência dos usuários no site está aumentando.

Para Matheus Bernardo, entre as dificuldades em evoluir ainda mais as estratégias de SEO dentro das marcas está o fato de ter que explicar para os donos de negócios que o Search Engine Optimization funciona, mas que é um trabalho de médio e longo prazo: “Muitos acreditam que estão jogando dinheiro fora com SEO”. O profissional também pontua dificuldades técnicas: “Por vezes, o cliente tem um site completamente engessado, que permite poucas alterações, como inserção de scripts e minificar arquivos Javascript e CSS para melhorar o tempo de carregamento”.

Ademais, é necessário estar atento às atualizações de algoritmos do Google, adiciona Alex. Em maio deste ano, por exemplo, a plataforma colocou em prática o upgrade Page Experience, que busca priorizar ajustes tecnológicos vitais de um site, visando melhorar a experiência do usuário. “É primordial manter-se atualizado às boas práticas do Google. O buscador, praticamente, tem novas atualizações mensais e é extremamente importante ficar por dentro dessas mudanças do algoritmo, pois uma única atualização, não colocada em prática, pode levar sua estratégia e resultados alcançados por água abaixo”, complementa Isabela.

*Crédito da foto no topo: Pixabay/Pexels

Compartilhe

Publicidade