Proxxima
Meio & Mensagem

Blockchain ads é a próxima tendência do marketing digital?

Buscar

Notícias

Publicidade

Blockchain ads é a próxima tendência do marketing digital?

Sistema permite recompensa aos consumidores que interagirem com as marcas, explica Cássio Rosas, da Wiboo Company

Victória Navarro
27 de maio de 2021 - 6h00

O blockchain, por meio de códigos que conectam blocos de dados, permite rastrear o envio e o recebimento de informações, via internet. Apesar de ter ficado conhecido pelas criptomoedas, a tecnologia tem ganhado novas aplicações, já que se mostrou segura, eficiente, transparente e prática. Sua principal utilidade, portanto, é carregar ativos, financeiros ou não, de um local a outro. Com a evolução tecnológica, nos últimos anos, e a aceleração digital, promovida pela pandemia em 2020, e a entrada do sistema de registro no cenário, a publicidade tornou-se inerente ao processo das marcas. Mais do que oferecer produtos e serviços a determinado consumidor, por meio de links patrocinados e posts em redes sociais, o marketing digital assume a responsabilidade de entregar valor e interação, oferecendo informações para que os usuários possam conversar e se conectar às empresas que gostam, sem nenhum intermediário por trás.

Com o blockchain ads, explica Cássio Rosas, head de marketing e estratégia da Wiboo Company, é possível a gamificação, ou seja, é permitido que os consumidores possam ser recompensados ao realizarem tarefas de suas marcas favoritas, como o compartilhamento de anúncios em suas redes sociais, em troca de moedas digitais. “Em  analogia rápida, literalmente, vale dinheiro e ainda pode ser trocado por produtos e/ou serviços”, explica o profissional.

Com exclusividade ao Meio & Mensagem, Rosas, que usa como base a moeda digital para divulgação de campanhas publicitárias, aponta qual é a importância de atingir os consumidores com propostas de valor e como adotar estratégias de blockchain ads no trabalho de publicidade digital.

 

Cássio Rosas, head de marketing e estratégia da Wiboo Company (Crédito: Divulgação)

Meio & Menssagem – No que consiste o blockchain ads e como essa tecnologia se aplica aos processos de publicidade digital?
Cássio Rosas – O bloackchain ads é uma plataforma de marketing digital descentralizado, que une o poder da gamificação, da recomendação — com o poder de influência das pessoas — e das vendas, com custos reduzidos de CPC (custo por clique) e CAC (custo de aquisição de clientes), recompensando as pessoas por suas ações com moedas digitais. Um boca a boca digital. Tudo isso alinhado ao poder do blockchain. Temos segurança e transparência, uma mídia que nasce auditável, onde é possível participar as pessoas de parte da parcela de publicidade das empresas. O blockchain ads eleva a aproximação das marcas com as pessoas, fazendo delas parte literal e importante na divulgação e venda.

M&M – Por que o blockchain ads é a próxima tendência do marketing digital?
Cássio – O blockchain traz transparência e segurança em qualquer segmento que é implantado. Com a publicidade, não é diferente. Imagina uma publicidade descentralizada, feita pelas pessoas, com toda segurança e transparência? Pois bem, isso é o que o blockchain ads traz para a publicidade. Marcas e pessoas procuram caminhos alternativos para estarem mais próximas, evoluírem essa relação. Os caminhos da publicidade, até aqui, estão batidos e mudando. Para as marcas, são desafios a serem vencidos, pois os famosos cookies e o tracking de consumidores, que traz a assertividade das plataformas atuais, estão mudando. Com isso, o blockchain ads traz para essa equação uma forma diferente de impactar e participar. Do lado dos consumidores, o processo de tracking, cookies e afins estava sufocando, levantando suspeitas e incômodos. Agora, isso começa a ser uma decisão do consumidor. Quero ou não ser perseguido, meus hábitos, meu consumo etc.? O blockchain ads também vem para mudar. E, com essa autonomia, o consumidor escolhe quem, como, quando e quanto quer compartilhar e recomendar.

M&M – Qual é o papel do blockchain ads em plataformas de marketing digital gamificadas?
Cássio – Somente com o blockchain ads é possível ter gamificação e descentralização, com mensuração. A gamificação é inerente ao processo, onde, para recompensar as pessoas por suas ações, fazemos uso de moedas digitais. Em  analogia rápida, literalmente, vale dinheiro e ainda pode ser trocado por produtos e/ou serviços.

M&M – No dia a dia dos consumidores, qual é a importância de atingí-los com propostas de valor?
Cássio – O consumidor está em estágio que espera mais das marcas. E todo esse processo aproxima as pessoas das marcas, que, literalmente, participam de  parte dos investimentos em publicidade — uma uberização da publicidade, com a segurança do blockchain. O que pessoas faziam, ontem, de graça, como compartilhar conteúdos que achavam interessantes, agora, podem fazer isso sendo recompensadas pelas marcas com moedas digitais.

M&M – Como adotar estratégias de blockchain ads no trabalho de publicidade digital?
Cássio – Hoje, é fácil. Na plataforma, as marcas criam sua conta, se abastecem de créditos para suas campanhas, configuram seus conteúdos e iniciam esse processo. Além disso, temos um time de customer sucess para dar todo suporte necessário e mostrar as melhores práticas deste novo mundo. Além de todos os fatores ditos, as empresas que estão olhando pra isso, agora, saem na frente das demais. E já é sabido que o pioneirismo traz benefícios interessantes, como menos concorrentes. É poder associar sua marca, seu negócio, a um modelo disruptivo, com tecnologia blockchain. E envolver os clientes da marca na distribuição de seus conteúdos e em suas vendas.

*Crédito da imagem no topo: Markus Spiske/Pexels

Compartilhe

Publicidade