Proxxima
Meio & Mensagem

As expectativas do setor de OOH para 2022

Buscar

Notícias

Publicidade

As expectativas do setor de OOH para 2022

Rodrigo Famelli, cofundador e CMO da Streetwise, analisa o cenário atual

Carolina Huertas
5 de janeiro de 2022 - 6h00

(Crédito: Onchira Wongsiri/Shutterstock)

Rodrigo Famelli é cofundador e CMO da Streetwise. Trabalhou por mais de 17 anos na agência Africa em cargos na área de mídia e por mais de três anos na Ogilvy Brasil. O executivo conversou com Meio & Mensagem sobre o cenário do setor de OOH.

Rodrigo Famelli, cofundador e CMO da Streetwise (Crédito: Reprodução)

Meio & Mensagem – Quais são as promessas e as inovações em mídia programática para o setor de OOH este ano?
Rodrigo FamelliApesar de existirem projetos interessantes em mídia programática surgindo para o out-of-home (OOH), é uma área ainda incipiente para osegmento no Brasil versus a demanda dos anunciantes. Em 2022, precisamos dar um passo à frente nessa questão, investir mais na digitalização do inventário outdoor e estimular parcerias disponibilizando esse inventário em grandes DSPs, como o DV360, por exemplo, com modelos de compra competitivos. Ainda percebo certa resistência dos players de digital out-of-home (DOOH) em focar mais em programática, prevendo redução na sua margem de faturamento. Porém, o que não perceberam ainda é que isso viabilizará trabalhar não só com grandes marcas, mas também com os pequenos e micro anunciantes, abrindo outra grande fonte de receita não explorada atualmente. Além disso, com mais personalização, melhores serão os resultados, impulsionando ainda mais os negócios no meio.

M&M – Nos últimos dois anos, o quanto evoluíram as ferramentas de captação e de entendimento de audiências?
FamelliHouve uma notável evolução, com diversos players finalmente investindo e desenvolvendo ferramentas próprias. Na Streetwise, por exemplo, desenvolvemos a StreetPlan, que traz ao planejamento de mídia OOH ao Brasil todo, e que pode utilizar os mesmos clusters e segmentações das principais plataformas digitais. Mas, há ainda muito espaço para evolução e, com a retomada econômica e a volta do público às ruas, 2022 promete estimular a evolução nas ferramentas. Logo veremos soluções revolucionárias na compra de mídia OOH.

M&M – Como as martechs contribuem para a evolução do mercado de mídia exterior?
FamelliComo têm como característica uma abordagem omnichannel, ou seja, direcionada à integração de diversos canais, tanto ON quanto OFF, permite realizar em conjunto com as agências um planejamento mais eficaz, devido a riqueza de dados, e uma mensuração mais apurada, permitindo atribuir resultados as iniciativas realizadas no OOH, algo que sempre foi problemático no meio.

*Crédito da imagem do topo: tele52/Shutterstock 

Compartilhe

Publicidade