Proxxima
Meio & Mensagem

MGID usa atenção do leitor e visibilidade dos clientes para anúncio nativo

Buscar

Notícias

Publicidade

MGID usa atenção do leitor e visibilidade dos clientes para anúncio nativo

A head of sales, Fernanda Acacio, fala sobre o estabelecimento da empresa no Brasil

Valeria Contado
11 de janeiro de 2022 - 14h02

Operação no Brasil já tem três anos e, agora, empresa se firma em território nacional (Crédito: Shutterstock)

Com operação em mais de 200 países e atuação de três anos no Brasil, a MGID se estabelece com CNPJ e equipe brasileira e formaliza sua atuação no País. A empresa de anúncios nativos, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, usa tecnologia ucraniana baseada na atenção do leitor e na visibilidade dos clientes. Além disso, tem como um dos principais objetivos capacitar os anunciantes para terem autonomia na hora de preparar seus anúncios digitais. Atualmente, o alcance da MGID chega a mais de 850 milhões visitantes únicos mensais no mundo (segundo dados fornecidos pela empresa), abrangendo formatos em desktop, mobile e tablets. Globalmente, a empresa conta com mais de 650 funcionários e 300 desenvolvedores. A head of sales, Fernanda Acacio, fala sobre a formalização da operação no Brasil.

Meio & Mensagem – Qual é a principal diferença da MGID com as tecnologias que já existem por aqui?
Fernanda Acacio -Temos um posicionamento global e, no Brasil, estamos com uma aceitação muito boa. É uma opção para o mercado para anúncios nativos, com inventários próprios e compartilhados. O que temos de diferencial? Quando você pensa em anúncio nativo, vem à mente anúncio no rodapé de portais. A MGID compra espaços em todo o portal, porque temos tecnologia baseada em atenção que detecta qual área do site vai atrair mais a atenção do leitor. Além disso, temos acompanhamento muito próximo do gerente de contas que auxilia o cliente no set up e otimização da campanha. Outros diferenciais da empresa, são uma equipe de designers que nos ajudam a criar ou adaptar anúncios e moderadores locais que são pessoas que aprovam os anúncios. Não deixamos passar nada fraudulento ou enganoso.

M&M – Com a operação há três anos n País, quais são os principais parceiros?
Fernanda – Contamos com marcas da área da saúde, de games, de tecnologia, do setor financeiro, como fintechs e bancos. Anúncio nativo é uma fonte de tráfego com custo por clique (CPC) muito agressivo. Se você qualifica bem esse tráfego, e tem um resultado expressivo, isso desperta a atenção dos clientes.

M&M – Quais são os países em que a tecnologia já está estabelecida?
Fernanda – Estamos em mais de 200 países, como EUA, em toda a América Latina, em países como México, Colômbia, Chile, e outras partes do mundo, com operação na Itália, Indonésia, Rússia, Índia, França, entre tantos outros.

M&M– Como será a operação da plataforma no Brasil? O que vocês já podem adiantar do funcionamento?
Fernanda – A plataforma da MGID é self-service, ou seja, temos clientes que entram diretamente na plataforma e são atendidos pela equipe de inbound sales, e uma base de clientes que são atendidos pela equipe de vendas e gerentes de contas que ajudarão a criar a campanha e otimizar de acordo com os indicadores e KPIs.
Todo cliente MGID tem acesso a um dashboard com informações completas onde é possível criar campanhas, inserir segmentações, ajustar investimentos, otimizar nos formatos de maior conversão além de poder adicionar ou pausar criativos. Os criativos têm o tamanho padrão de anúncio nativo 600x400px, e temos também aceitamos o formato square, que vai dentro de artigo, no formato in-article. Outro formato disponível é em vídeo, mais utilizados em campanhas em branding. Todos nos padrões IAB.

Compartilhe

Publicidade