Proxxima
Meio & Mensagem

A voz é o novo toque para a indústria de jogos

Buscar

Opinião

Publicidade

A voz é o novo toque para a indústria de jogos

Tendência poderá incluir aqueles que nunca sonharam em entrar para o universo gamer, como pessoas com deficiência e idosos

19 de maio de 2021 - 6h00

(Crédito: Arturo Rey/ Unsplash)

A nova onda da inteligência artificial (IA), que usa a voz para comandar robôs, é uma tendência que está chegando aos games e poderá incluir aqueles que nunca sonharam em entrar para o universo gamer. Entre esses, as pessoas com deficiência e os mais idosos que, nas pesquisas, representam menos de 10% do total de gamers.

A voz é o novo toque para a indústria de jogos. Essa tecnologia permite ao jogador comunicar-se com o jogo falando em um microfone, enquanto o jogo usa um software que traduz a fala para texto para interpretar e reagir às palavras que ouve dos gamers. Nesse caso, o videogame dá lugar ao celular e às assistentes virtuais – Echo Dot, da Amazon, mais conhecida por Alexa, ou Google Assistente.

Funciona da seguinte forma: antes de começar o jogo, o jogador, geralmente, precisa construir um perfil acústico e depois é só ir seguindo os passos recomendados pelo dispositivo em que está jogando. Logo vem a primeira instrução ou pergunta – no caso de se tratar de um quis, jogo muito comum nesta categoria.

Um dos primeiros games lançados para ser controlado pela voz foi o Bot Colony, desenvolvido pela empresa canadense de IA North Side Inc para Microsoft Windows. Ele chegou definitivamente aos usuários em 2017, podendo ser disputado nos celulares Android também. Nessa história de ficção científica, os jogadores se encontram em um futuro voltado para a tecnologia, onde os robôs se tornaram assistentes onipresentes na sociedade humana. A tecnologia reconhece padrões naturais de fala em vez de se limitar a frases de comando estáticas excessivamente rígidas ou limitadas, de modo que os jogadores podem comandar os robôs usando suas próprias palavras. O jogador precisará controlar robôs, veículos ou guindastes para completar as missões e pode avançar a história negociando no bazar, falando com um garçom robótico no restaurante ou investigando um crime. Bot Colony permite ao jogador descobrir a história de forma orgânica, através de interações baseadas em conversação, que são mediadas por soluções de voz para texto e texto para voz, integradas ao canal de diálogo.

O brasileiro Jeferson Valdares também está ajudando a escrever o próximo capítulo na história do entretenimento. Ele é cofundador e CEO da Doppio, criada em 2018 para desenvolver jogos por controle de voz. Veterano da indústria de jogos, ele liderou estúdios como BioWare, Playfish e Sumea e participou da criação de mundos virtuais como Mass Effect, Dragon Age, Harry Potter e Os Simpsons. Há pouco mais de três anos, está especializando-se em usar a voz para aproximar narrativa e design de jogos. Com sede em Portugal, a Doppio faz jogos controlados por voz sobre as pessoas e seus relacionamentos, discutindo as maiores questões da vida de uma forma bem-humorada.

Em 2019, a Doppio levantou € 1 milhão de um grupo de investidores que inclui o Amazon Alexa Fund e o Google Assistant Investment Program, bem como outros investidores de jogos e tecnologia. Um de seus games, The 3% Challenge, é baseado na série da Netflix. O jogo se passa no mundo de “3%”, um futuro distópico onde os moradores do empobrecido “Inland”, depois de completar 20 anos, são obrigados a participar de um experimento chamado The Process. Os melhores 3% dos candidatos garantem um lugar no “Offshore”, uma utopia rica e tecnologicamente avançada. Disponível para Alexa e Google Assistente. Antes dele, veio The Vortex, que mostra uma pessoa acordando em uma nave abandonada, perseguida por uma entidade alienígena hostil. O jogador tem de comandar os robôs para resgatar a sua nave…

Mas não pense que só existem jogos futuristas comandados por voz e que sua mãe – como a minha – continua excluída. Se você tem Alexa, pode ajudá-la a matar as saudades do Silvio Santos acessando o Show do Milhão, que o SBT disponibilizou para este dispositivo. A abertura sonora é feita com as palavras oficiais de Silvio Santos. Posso perguntar?

Compartilhe

Publicidade