Proxxima
Meio & Mensagem

O mobile marketing está maduro no Brasil?

Buscar

Notícias

Publicidade

O mobile marketing está maduro no Brasil?

Thais Schauff, vice-presidente de operações da Mobile Marketing Association para a América Latina, fala sobre os avanços das ações de marketing via dispositivos móveis e a adesão de marcas à estratégias mobile first

Victória Navarro
10 de dezembro de 2020 - 8h00

 

Thais Schauff, vice-presidente de operações da Mobile Marketing Association para a América Latina (crédito: divulgação)

Questões relacionadas à infraestrutura e legislação tornam maior a distância do mercado mobile marketing brasileiro, em termos de amadurecimento, de países mais amadurecidos. No entanto, o alto uso diário de smartphones pela população, bem como um mercado de comunicação explicitamente criativo, gera impulso e oportunidade de desenvolvimento da disciplina no País. Ao ProXXIma, Thais Schauff, vice-presidente de operações da Mobile Marketing Association, associação global sem fins lucrativos estabelecida para fomentar o desenvolvimento sustentável do mobile marketing e tecnologias associadas em todo o mundo, fala sobre os avanços das ações de marketing via dispositivos móveis no Brasil, a aplicação de inovação no mobile marketing e adesão de marcas à estratégias mobile first.

O mobile marketing no Brasil
O Brasil é um early-adopter. Isso é um ponto bastante positivo e que gera impulso e oportunidade de desenvolvimento da disciplina mobile. Quando falamos de comportamento, celular é o principal meio de acesso à internet no Brasil e estamos entre os primeiros cinco países no ranking de uso diário de celulares no mundo. Já em comparação à maturidade do mercado, dependemos um pouco mais de questões relacionadas à infraestrutura, tecnologias disponíveis e legislação. O 5G vai impactar muito o marketing e a mídia mobile, quando a rede estiver implementada. Falando sobre dados, a questão da privacidade vai mudar, cada vez mais, a propaganda contextual e a demanda por transparência exigirá que as ad networks adotem procedimentos e práticas padrão. Tudo isso já vem acontecendo lá fora e vai acontecer aqui também. É muito importante que as empresas estejam bem informadas, se organizem e busquem os parceiros certos. No ambiente de marketing, o elemento criativo tão característico de nosso País não deixa a gente pra trás, tanto que vemos constantemente campanhas nossas com foco em mobile sendo premiadas globalmente.

É muito importante que as empresas estejam bem informadas, se organizem e busquem os parceiros certos

Como levar inovação ao mobile marketing
Já faz tempo que mobile deixou de ser somente um canal, engoliu o marketing e precisa ser interpretado como uma camada que toca tudo, muito além da publicidade, na nossa vida como um todo, nas atividades mais simples do dia a dia. Isso desencadeou uma grande transformação no relacionamento entre empresas e clientes. A vertente de gaming é uma grande tendência e as marcas devem começar a se engajar crescentemente através dessa estratégia. Recursos de anúncios interativos de vídeo vão aumentar, cada vez mais. O mercado de wearables ainda tem muitas oportunidades a serem exploradas, assim como o de mobile payments. Todas essas tendências representam caminhos concretos para garantir a inovação quando o assunto é marketing, cabe a cada empresa entender como tirar proveito delas.

É muito bom perceber as empresas estão dedicando um olhar cuidadoso para características como navegabilidade, design, conteúdo e experiência do usuário

A mentalidade de marcas sobre estratégias mobile first
Os anunciantes tem focado, cada vez mais, em desenvolver estratégias e conteúdos voltados especificamente para o ambiente mobile. Não dá pra tratar isso simplesmente como uma tecnologia separada. Já sabemos que, para muita gente, o celular é o único dispositivo utilizado para se conectar. É muito bom perceber as empresas estão priorizando isso e dedicando um olhar cuidadoso para características como navegabilidade, design, conteúdo e experiência do usuário. O resultado será mais engajamento e impacto, junto aos consumidores. A interação entre clientes e marcas mudou para sempre com a revolução, iniciada pelo mobile. Hoje, o marketing é mais próximo, pessoal, poderoso e persuasivo. Precisamos tirar proveito disso. McDonald’s, por exemplo, nos últimos anos, tem implementado diversas estratégias e campanhas desenvolvidas única e exclusivamente para o ambiente mobile, se aproveitando de ferramentas diversificadas e poderosas como RA, mobile áudio, messaging, cuponagem e localização.

*Crédito da foto no topo: Negative Space/Pexels

Publicidade

Compartilhe